As opiniões emitidas neste blog, salvo aquelas que correspondem a citações, são de responsabilidade do autor do blog, em nada refletindo a opinião de instituições a que o autor do blog eventualmente pertença. Nossos links são verificados permanentemente e são considerados isentos de vírus. As imagens deste blog podem ser usadas livremente, desde que a fonte seja citada: http://ramonlamar.blogspot.com

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Por que a prova do ENEM não tem tabela periódica?

Impossível saber a resposta. Parece que a turma que "elabora" a prova não entende a importância da tabela periódica.
Pode parecer uma coisa simples para quem não é da área (como os que tiveram a ideia de formatar o ENEM da maneira como é feito), mas a tabela periódica é extremamente útil até mesmo para permitir uma diversidade maior de questões. No fundo, a tabela é um "texto" que precisa ser bem interpretado e não apenas uma lista de dados "decoráveis". 
A tabela mais recente da IUPAC e que poderia ser utilizada é essa abaixo (pode usar em inglês mesmo):

Não poder usar relógio algum, não poder usar lápis e borracha e não ter uma tabela periódica para consultar... no entanto a fiscalização nos sanitários é inexistente permitindo que candidatos leiam até um livro durante a prova! Sem contar nos "pesos e medidas diferentes adotados por alguns aplicadores mais rigorosos ou mais permissivos.

10 comentários:

  1. É uma falta total de entendimento do que venha ser a Tabela Periódica. A impressão que dá é que, quem elabora essas provas, não tem formação em Química.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perfeitamente, Alcione. Ou não têm formação em química ou não têm a mínima vivência em sala de aula.

      Excluir
  2. Talvez seja o alto nível de dificuldade da prova que a torna desafiadora principalmente para os que se dizem químicos de verdade

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas o grau de dificuldade não é tão alto assim. A impressão que passa é que falta um pouco de didática na elaboração da mesma.

      Excluir
    2. Consultar a tabela periodica não é cola. É necessário inserí-la no ENEM

      Excluir
  3. Mec , por favor ! Consultar a tabela Periódica não pode ser considerado como ""COLA"", só sabe consultá-la , quem aprendeu a fazer isso. Decorrar a tabela para candidatos é impossivel.

    ResponderExcluir
  4. Realmente lamentável , de fato a TABELA PERIÓDCA ,faz falta na hora de raciocinar acerca dos varidos aspectos que só na tabela estão dispostos. Ah! Brasil.....

    ResponderExcluir
  5. Vou fazer o enem este ano. Não tenho preocupação com tabela principalmente porque eu já fiz muitos exercícios de quimica e já sei de cor salteado a massa atômica de alguns elementos. A questão 88 do enem de 2014 Segunda aplicação requere a tabela. Se eles não dão então são obrigados a colocar as informações de cada elemento químico.

    ResponderExcluir
  6. Sendo o enem nacional, ele tenta fazer uma prova o mais democrática possível, por isso, acredito que ele não coloca a Tabela Periódica, pois privilegia o raciocínio nas questões à habilidade de alguns em manuseá-la. Uma vez, que alunos que têm a oportunidade de fazer cursinho, acabam levando vantagem em relação aos que não têm as mesmas condições, pois aprendem várias dicas "macetes" com os professores.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. RS RS RS... tabela periódica se aprende no ensino médio (não no cursinho). Não há macete na tabela periódica, há entendimento de como ela é construída. Aliás um entendimento muito rico para interpretar a química.

      Excluir

Clique em "Participar deste site" e siga o blog para sempre receber informações sobre atualizações. O seu comentário será publicado após ser lido pelo administrador do blog.