As opiniões emitidas neste blog, salvo aquelas que correspondem a citações, são de responsabilidade do autor do blog, em nada refletindo a opinião de instituições a que o autor do blog eventualmente pertença. Nossos links são verificados permanentemente e são considerados isentos de vírus. As imagens deste blog podem ser usadas livremente, desde que a fonte seja citada: http://ramonlamar.blogspot.com

terça-feira, 30 de julho de 2013

Eutrofização da Lagoa Paulino e Regressão da Lagoa Grande

Eutrofização da Lagoa Paulino é vista em nova foto do Google Earth: seta branca (observem o trecho mais esverdeado). Se você tem o Google Earth, habilite o "Imagens Históricas" em Visualizar, e tire suas conclusões...

Imagem identificada como Abril de 2013
A nova imagem pegou um trecho da Lagoa Grande (metade). Comparando as imagens antigas, no trecho registrado, a redução do nível da água é patente... mesmo a nova imagem sendo em abril (pós-chuvas) e a antiga em agosto (plena seca).

Imagens: Google Earth

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Cânion das Bandeirinhas - Parque Nacional da Serra do Cipó

Algumas imagens da trilha de 12 km (de ida). O bacana é curtir a paisagem... o cânion, no final, é um brinde extra!


























Fotos: Ramon L. O. Junior & Andreia A. C. Silva

Vídeo no Youtube mostrando o Cânion por dentro da água e por fora...: http://youtu.be/TFm7lodyCY0

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Sobre perder amigos...

Ajudar a realizar os sonhos de outras pessoas. 
Tem sido assim, minha vida, nos últimos 30 anos. Ajudar aqueles que me procuram a conseguir agarrar os sonhos que teimam em voar. A gente faz o possível e beira o impossível. Sonhos são muito ágeis, muitas vezes escapam entre nossos dedos.
Às vezes acho que ajudo pouco. Que deveria ajudar mais ainda e com maior proximidade. Mas é impossível acompanhar tão de perto a todos. Cada ano, cada semestre, uma nova turma de mãos que se estendem pedindo ajuda. A cada ano, aqueles que já estão andando com as próprias pernas tornam-se mais distantes. Não é a toa que digo sempre: "- Apareçam!" "- Não nos abandonem!"
Muito ainda o que ensinar. São crianças ainda, entrando para a universidade, para o mercado de trabalho, colocando as mãos e coração em meio a engrenagens que tendem a nos massacrar. Testes? Testes são a vida toda. Estamos aqui para ser testados o tempo todo, em cada palavra, em cada gesto, em cada relacionamento. Estamos aqui para crescer e esse crescimento, às vezes, é injusto com nosso anseio de permanecermos crianças, com um sorriso constante, alegria de viver... "excesso de alegria".
Vidas não podem ser quantificadas, não podem ser mensuradas pois não sabemos como reconstruí-las. Perdê-las é algo duro para quem as viu em sua pujança. Perder amigos... perder amigos jovens... é difícil.
Nenhuma perda é fácil. No ciclo natural da vida, já perdi meus avós e meu pai. Dói muito, mas a gente no fundo procura entender (isso não quer dizer que consigamos) que é o caminho natural das coisas. Mas perder amigos que sequer sabiam que eram por nós admirados, perder amigos em acidentes estúpidos, perder amigos para o vício, perder amigos pelas desilusões, perder amigos mesmo que seja apenas uma "perda de avistá-los, de não poder conversar com eles" é uma facada no peito. Que dizer então daqueles que - sem objetivo algum de nos machucar - abreviaram o próprio sofrimento nos impondo um sofrimento sem fim?
E as memórias, por que as temos? Dizem que o tempo elimina as memórias ruins e deixa só as boas. É difícil acreditar. O sofrimento marca na alma, marca com ferro rubro. Ainda vejo vocês, amigos que se foram, em seus momentos de alegria, de comemoração... sorrisos e abraços. Mas gela-me o sangue, entorpecem-se os meus sentidos, a cada lembrança da partida de vocês.
Só posso rogar ao Grande Arquiteto do Universo, que vocês sejam recebidos na glória eterna pelo peso enorme que carregaram, e pelo peso maior ainda de suas realizações.
Fiquem em paz!

Ramon Lamar de Oliveira Junior

PS.: Carlos e Ronaldo, estejam em paz, por toda a eternidade.

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Homenagem a Sete Lagoas (por Tânia Toledo)

Tânia Toledo solicitou a publicação dessa homenagem no blog. Justa e bela homenagem que procura nos lembrar, a cada instante, o motivo de lutarmos por uma Sete Lagoas cada vez mais integrada com o homem e a natureza.


Frame extraído do vídeo-homenagem.
Tânia Toledo e João Paulo
Telefone para contato: (14) 3523.8069 - (14) 9129.6752 - (14) 9125.0058
Composição: Ernesto de Oliveira

quarta-feira, 24 de julho de 2013

DENGUE: QUALQUER DESCUIDO É PERIGOSO

Texto enviado pela Secretaria de Saúde de Sete Lagoas (destaques em amarelo por conta deste blog):


COMENTÁRIO: Em que pese o grande esforço realizado pela Secretaria Municipal de Saúde, em especial pela Maria José Torres Lanza, incansável nessa luta, não posso concordar com a expressão usada: "as medidas deram certo". Só posso concordar se o objetivo da frase foi afirmar que deram certo no sentido de evitar o desastre completo. Mas os resultados não são nada animadores. Doze mil casos e quatro óbitos são um retrato muito triste do descaso com o qual a situação foi tratada por parte do poder público e por parte da população. Mesmo considerando a circulação do vírus do tipo 4, o resultado é dramático pois ainda precisamos levar em conta a sub-notificação. Inclusive ouvimos falar de trabalhadores que foram obrigados a trabalhar, mesmo com dengue, para não perder o emprego (espero que sejam boatos apenas). O caráter cíclico da ocorrência da dengue aponta para um 2014 com menos casos e esse pensamento pode ser muito ruim, pois tende a provocar um relaxamento no combate ao vetor. Daí vale o título: QUALQUER DESCUIDO É PERIGOSO. Parabéns àqueles, do poder público ou da população em geral, que agiram conscientemente para evitar um desastre ainda maior.

PS.: Cuidado, a dengue ainda está por aí, rondando e fazendo alguns novos casos...

segunda-feira, 22 de julho de 2013

ÚLTIMOS 50 ANOS NO BRASIL

1963 - Um plebiscito popular revela a preferência dos brasileiros pela volta do sistema presidencialista. 

1964 - Anúncio das Reformas de Base; Golpe militar; Castelo Branco assume a presidência. 

1965 - AI-2: estabelecimento de eleições indiretas para presidência da república e do bipartidarismo (ARENA / MDB); Primeiro Festival de Música Brasileira da TV Excelsior. 

1966 - AI-3 e AI-4.

1967 - É promulgada uma Nova Constituição Federal; Costa e Silva assume a presidência da república; explode a Tropicália. 

1968 - Manifestações estudantis contra o regime militar; Passeata dos Cem Mil; editado o Ato Institucional nº 5.

1969 - Reforma constitucional. Assume o general Médici. O Jornal Nacional entrou no ar pela primeira vez. Com apresentação de Hilton Gomes e Cid Moreira, o programa teve 12 minutos de duração.

1970 - Tri-campeonato de futebol. Início das campanhas ufanistas. Organização das guerrilhas contra a ditadura. Dom Paulo Evaristo Arns assume a arquidiocese de São Paulo.

1973 - O país vive o período do "milagre brasileiro". Crise do Petróleo. Acordo com o Paraguai para a construção da Usina de Itaipu.

1974 - Início do governo do general Geisel. Início da distensão.

1977 - Pacote de Abril; Pelé fez sua última partida como jogador profissional. Na despedida, ele marcou um gol de falta na vitória do Cosmos, de Nova York, por 2 a 1 sobre o Santos, time que projetou o jogador.

1978 - Revogação do AI-5.

1979 - Início do governo do general João Figueiredo. Promove-se a abertura política. Lei da Anistia.

1981 - O filme Pixote: a lei do mais fraco, do diretor Hector Babenco, estreou nos cinemas de São Paulo.

1982 - Em 15 de novembro realizam-se em todo o país eleições diretas para governador de estado; morre a cantora Elis Regina. A cantora gaúcha foi uma das mais importantes intérpretes da geração pós-bossa nova no país.

1983 - O Grupo Delfin, a maior empresa privada de poupança do Brasil, sofre intervenção. A crise na empresa balança o sistema financeiro de habitação do País no início dos anos 80.

1984 - Campanha pelas eleições diretas para a presidência (Diretas Já).

1985 - Fim do regime militar. Eleição e morte de Tancredo. Início do governo Sarney.

1986 - Plano Cruzado de combate à inflação (congelamento de preços). 

1988 - Promulgação da oitava Constituição do Brasil.

1989 - 1a. eleição direta para presidência após a Ditadura Militar. Polarização: Lula X Collor.

1990 - Posse do presidente Fernando Collor de Mello. Plano Collor. 

1992 - CPI do PC e impeachment do presidente Collor.

1992 - Itamar Franco assume a presidência.

1993 - Plebiscito popular determina a continuidade do regime republicano presidencialista. 

1994 - Plano Real e eleição de Fernando Henrique Cardoso; durante uma conversa em off, Rubens Ricupero, ministro da Fazenda, disse ao jornalista Carlos Monforte que suas entrevistas sobre o Plano Real ajudavam Fernando Henrique Cardoso. Disse mais: “o que é bom a gente fatura, o que é ruim a gente esconde”. Morre Ayrton Senna, piloto brasileiro de Fórmula 1. O acidente aconteceu na 6ª volta do GP de Ímola. Senna estava liderando a corrida com 0,675s na frente do Benetton de Michael Schumacher. Ayrton bateu na curva Tamburello e veio a falecer logo em seguida. A seleção brasileira é tetracampeã mundial de futebol nos Estados Unidos.

1995 - Fernando Henrique Cardoso assume a Presidência da República depois de vencer as eleições no primeiro turno com 54% dos votos.

1998 - Reeleição de Fernando Henrique Cardoso; privatização do Sistema Telebrás.

1999 - O presidente Fernando Henrique Cardoso assume seu segundo mandato para a Presidência da República. Atrito Itamar X FHC. Desvalorização do Real.

2001 - Crise energética leva o Brasil a adotar programa de racionamento de energia elétrica.

2002 - Penta-campeonato mundial de futebol na Coreia/Japão; morre o médium Chico Xavier, grande líder do espiritismo kardecista no Brasil; Luís Inácio Lula da Silva é eleito presidente do Brasil.

2003 - Posse do Presidente Lula após concorrer em quatro eleições seguidas (1989, 1994, 1998 e 2002); aprovada a Reforma da Previdência.

2004 - Caso Waldomiro Diniz. Primeiro escândalo envolvendo o governo Lula. Waldomiro Diniz, funcionário de confiança do ministro chefe da Casa Civil José Dirceu, é denunciado como intermediário envolvendo interesses de bicheiros e de loterias.

2005 - Escândalo do Mensalão. Grave crise política no Governo Lula em função das acusações feitas pelo deputado Roberto Jefferson (PTB) de que o partido governista (PT) pagava “salário mensal” aos deputados da base aliada; queda do Ministro da Casa Civil, José Dirceu. Após sofrer denúncias de recebimento de propina, Severino Cavalcanti renuncia ao mandato e à presidência da Câmara dos Deputados. Realizado no Brasil o Referendo do Desarmamento.

2006 – Marcos Pontes torna-se o primeiro brasileiro a ir para o espaço. Ataques e rebeliões espalhadas pelos estados de São Paulo, Paraná e Mato Grosso do Sul, atribuídos ao grupo criminoso denominado PCC. Lula é reeleito.

2007 – Anunciado o PAC - Programa de Aceleração de Crescimento. Instauração do Parlamento do Mercosul. Visita do Papa Bento XVI às cidades de São Paulo e Aparecida. São realizados os Jogos Pan-americanos no Rio de Janeiro. Petrobrás anuncia descoberta de bacia gigante de petróleo e gás no litoral de Santos. 

2009 – O governador do Maranhão, Jackson Lago (PDT), e seu vice, Luís Carlos Porto (PPS), foram cassados pelo TSE por abuso de poder econômico e compra de votos nas eleições de 2006. O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), foi alvo de denúncias de irregularidades e nepotismo. Acidente com o avião da Air France (Rio-Paris) mata 228 pessoas. O Supremo Tribunal Federal (STF) realizou julgamentos polêmicos em 2009 como a extradição do ex-ativista italiano Cesare Battisti e a demarcação da reserva indígena Raposa Serra do Sol. Vazamento da prova do ENEM coloca em dúvida a credibilidade do exame.

2010 – Dilma Rousseff é eleita presidente em outubro. Após meses de discussão, o Congresso aprova as propostas para regulamentar a exploração do petróleo da camada pré-sal.

2011 – Uma chuva torrencial atinge a região serrana do Rio de Janeiro provocando deslizamentos, enchentes e 900 mortes. O ministro-chefe da Casa Civil, Antônio Palocci, renuncia após denúncias de enriquecimento por suspeita de tráfico de influência. Outros seis ministros renunciam ou são desligados devido a diferentes denúncias divulgadas na imprensa.

2012 – O julgamento do Mensalão, principal julgamento da história do Brasil, começou no dia 02 de setembro e culminou com a condenação de 25 dos 37 réus, entre eles José Dirceu, José Genoíno, Delúbio Soares, Deputado João Paulo Cunha, Marcos Valério, Roberto Jefferson, Deputado Pedro Corrêa, entre outros políticos, bancários e empresários. O julgamento marcou também a transição da presidência do STF, que passou do excelentíssimo Carlos Augusto Ayres de Freitas Britto, que atingiu os 70 anos e teve que se aposentar compulsoriamente, como manda as regras, para a mão de Joaquim Barbosa, que se tornou o primeiro negro a ser presidente do STF. O STF foi palco ainda de outras decisões importantes para o país, entre elas, o julgamento, em 26 de abril, da constitucionalidade do sistema de cotas raciais em universidades. O resultado do julgamento sancionou a prática, adotada por instituições públicas de ensino superior, de manter reservas de vagas para estudantes negros, pardos e índios. Problemas ambientais também dominaram o debate nacional durante a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20. A cúpula discutiu, de 13 a 22 de junho, um conjunto de metas para conciliar, nas próximas décadas, o crescimento econômico com a preservação do meio ambiente. Ao final do evento, os 188 países participantes adotaram o documento "O futuro que queremos". Por meio dele, governos se comprometeram a desenvolver economias que administrem melhor os recursos naturais, de forma a não prejudicar as gerações futuras. Com uma população mundial de 7 bilhões de habitantes – situação que demanda aumento na produção de alimentos –, esse é um dos maiores desafios para as próximas décadas. Intensas discussões ocorrem em relação à proposta do Novo Código Florestal seguidas de discussão popular e movimentos a favor do veto da presidenta a pontos que diminuem a proteção do meio ambiente. Morreu, aos 102 anos, o arquiteto Oscar Niemeyer.

(Fonte: Apostila de História - NÚCLEO DE APRENDIZAGEM PRÉ-VESTIBULAR)

ÚLTIMOS 50 ANOS NO MUNDO

1963 - Assassinato do Presidente John Kennedy.

1964 - Martin Luther King ganha o Prêmio Nobel da Paz; violentas manifestações nos EUA entre a população negra de Nova York, Nova Jersey, Chicago e Filadélfia. O presidente Johnson assina a Lei de Direitos Civis; criação da OLP – Organização para Libertação da Palestina.

1966 - Revolução Cultural na China (até 1976).

1967 - Guerra dos Seis Dias aumentando a tensão entre árabes e judeus.

1968 - Protestos estudantis na França (o Maio Francês); Primavera de Praga; a guerra racial eclode nos Estados Unidos depois do assassinato do líder negro Martin Luther King.

1969 - A nave Apolo 11, comandada pelo americano Neil Armstrong, pousa na Lua; o coronel Muammar Kadafi, a frente de um grupo de jovens oficiais da ala esquerda do Exército, derroca o Rei da Líbia e instaura um Conselho Supremo da Revolução.

1971 - Primeiro passeio pela Lua em um "jeep lunar".

1973 - Guerra do Yom Kippur; Crise do Petróleo; Golpe de Estado no Chile dirigido pelo general Augusto Pinochet. O presidente Salvador Allende morre durante o ataque dos rebeldes ao Palácio de la Moneda. Início da ditadura Pinochet.

1974 - A Revolução dos Cravos redemocratiza Portugal.

1975 - Guerra Civil no Líbano (até 1985).

1976 – Vietnã do Norte e do Sul se reunificam.

1978 - Acordo de Camp David – paz entre Egito e Israel.

1979 - Ocupação do Afeganistão por tropas soviéticas (até 1988); Revolução Islâmica no Irã; Revolução Sandinista na Nicarágua; o ditador Idi Amín Dadá é derrotado em Uganda.

1980 - Guerra Irã X Iraque (até 1988).

1982 - Guerra das Malvinas (Inglaterra X Argentina).

1985 - Mikhail Gorbachev assume o poder na URSS. Início da Perestroika e da Glasnost; restos do navio Titanic, que afundou em 1912 depois de bater em um iceberg, foram encontrados por expedições americanas e francesas.

1987 - Início da Intifada, rebelião palestina nos territórios ocupados por Israel.

1989 - Queda do Muro de Berlim; Primavera de Pequim; Mikhail Gorbatchov visita o papa João Paulo II. É o primeiro líder soviético a visitar o Vaticano desde a Revolução Russa de 1917; entra em vigor o Protocolo de Montreal para proteger a camada de Ozônio.

1990 - Guerra do Golfo (até 1991); conflitos separatistas na Iugoslávia (anos 90).

1990-91 - Queda dos regimes comunistas no leste europeu e fim da URSS.

1990 - O sindicalista Lech Walesa é eleito presidente da Polônia.

1991 - Reunificação da Alemanha; o Haiti sofre um Golpe Militar comandado pelo general Raúl Cedrás, tirando do poder o presidente Jean Bertrand Aristide.

1992 - Fim do Apartheid na África do Sul – eleição de Nelson Mandela em 1994.

1993 - Acordo Rabin / Arafat - Faixa de Gaza e Cisjordânia sob autonomia palestina; Tratado de Maastrichit – consolidação da União Europeia; a Tchecoslováquia se divide em dois novos Estados: a República Tcheca e a Eslováquia.

1994 - Camponeses indígenas iniciam uma rebelião armada em Chiapas, no México.

1995 - O CNA - Congresso Nacional Africano, do presidente Nelson Mandela, vence com 58% dos votos as primeiras eleições municipais multirraciais da África do Sul.

1996 - A facção fundamentalista islâmica talebã toma Cabul, capital do Afeganistão e executa o ex-presidente comunista Mohamed Nayibulá. Eles impõem a lei islâmica e nomeiam um governo provisional.

1997 - Hong Kong volta à soberania da China, pondo fim a 156 anos de colonialismo britânico.

1998 - Vitória do social-democrata Gerhard Schroeder, nas eleições gerais alemãs. Acaba o governo de 16 anos de Helmut Kohl.

1999 - A União Europeia retira o embargo da carne bovina britânica, depois de três anos de suspensão devido ao "mal da vaca louca"; o ex-tenente-coronel Hugo Chávez, líder de um fracassado golpe de Estado em 1992, jura seu cargo como presidente da Venezuela; o papa João Paulo II autoriza abertura do processo de canonização de Madre Teresa de Calcutá.

2000 - Israel desocupa o sul do Líbano; exército russo toma Grozni, a capital da república separatista da Chechênia; fim da hegemonia do Partido Revolucionário Institucional (PRI), que governou o México durante 71 anos, ao ganhar as eleições presidenciais o candidato do Partido de Ação Nacional (PAN), Vicente Fox.

2001 - Os atentados terroristas de 11 de setembro, considerados os mais graves da história, mudam os Estados Unidos. Além de afetar a política e a economia, os ataques também imprimem o medo no país. A partir do momento em que quatro aviões de passageiros foram sequestrados e usados como mísseis por terroristas islâmicos, a guerra contra o terrorismo foi deflagrada pelo presidente norte-americano George W. Bush.

2001 - Estados Unidos invadem o Afeganistão e depõem o Talebã.

2002 - Entra em vigor o Euro, a moeda única para doze países da União Europeia.

2003 - Início da ocupação norte-americana no Iraque.

2004 - Morte de Yasser Arafat, líder da OLP. Terremoto na Ásia provoca um tsunami matando cerca de 300.000 pessoas em vários países. 

2005 - Morte do Papa João Paulo II. A Venezuela entra como membro permanente no Mercosul. Mahmoud Abbas é eleito Presidente da Autoridade Nacional Palestina. Posse do segundo mandato de George W. Bush nos EUA. Israel e a Autoridade Palestina acordam um cessar-fogo. A Síria retira seus últimos militares do Líbano. Atentados terroristas atingem Londres. O Furacão Katrina destrói Nova Orleans.

2006 – Ehud Olmert é empossado primeiro-ministro de Israel, após Ariel Sharon ter sofrido um A.V.C. Michelle Bachelet vence as eleições presidenciais do Chile. Evo Morales assume a presidência da Bolívia e decreta a nacionalização dos hidrocarbonetos. Referendo aprova a dissolução da Sérvia e Montenegro. O quadro de saúde de Fidel Castro se agrava e ele delega funções a seu irmão Raúl Castro. Saddam Hussein é sentenciado à morte por enforcamento.

2007 – Ban Ki-mon toma posse como secretário-geral da ONU. Onda de violência no Congo. O presidente Hugo Chávez fecha a RCTV, principal canal de TV da Venezuela. Ocorre o maior protesto da história da Colômbia, contra as FARC. Bento XVI declara a Igreja Católica como única Igreja de Cristo na Terra, causando polêmica entre líderes religiosos. As tropas do Reino Unido retiram-se da Irlanda do Norte. Crise política contra o regime militar na Birmânia. Benazir Bhutto, ex-primeira-ministra do Paquistão, é assassinada em atentado suicida. Início da onda de violência no Quênia devido às fraudes eleitorais.

2008 – Crise econômica mundial. O ditador Fidel Castro anunciou a renúncia à Presidência de Cuba e a seu cargo de comandante do Partido Comunista, após 49 anos na liderança da ilha. Terremoto na China. Libertada Ingrid Betancourt, prisioneira das FARC. O conflito do Cáucaso explodiu depois de meses de tensão, quando a Geórgia atacou o encrave separatista da Ossétia do Sul. A ocasião foi a desculpa perfeita para a Rússia usar toda a sua mão-de-ferro em uma região em que vinha perdendo influência desde o fim da União Soviética. A Venezuela vive um momento de tensão, principalmente por causa das declarações de ameaças de prisão e de duros ataques contra líderes oposicionistas feitas pelo presidente Hugo Chávez.

2009 – Posse de Barack Obama, presidente dos Estados Unidos. Deposição do presidente de Honduras, Manuel Zelaya, que se refugia na embaixada brasileira na capital hondurenha. Gripe Suína assusta, mata e se alastra pelo mundo. Barack Obama recebe o prêmio Nobel da Paz. Tensão entre Venezuela e Colômbia. Eleições violentas no Irã. Coréia do Norte realiza seu segundo teste nuclear.

2010 – Terremoto no Haiti provoca 230.000 mortes. Barack Obama assina a lei que reforma o sistema de saúde americano. A Igreja Católica se vê imersa em uma das maiores crises de sua história após a denúncia sobre um padre pelo abuso de mais de 200 crianças surdas. As cinzas do vulcão Eyjafjallajökull, na Islândia, causam um dos maiores caos aéreos na história da Europa. Na Inglaterra, o líder conservador, David Cameron, foi nomeado primeiro-ministro e o líder liberal-democrata, Nick Clegg, tornou-se vice-premiê. O Irã assinou um acordo para a troca de urânio pouco enriquecido por combustível nuclear, sob a mediação de Brasil e Turquia, no que o presidente Lula chamou de uma 'vitória da diplomacia'. Mesmo assim, em 9 de junho o Conselho de Segurança da ONU aprovou uma quarta rodada de sanções contra o país persa. O Exército de Israel ataca a 'Frota da Liberdade', um comboio de seis navios que tentavam furar o bloqueio à faixa de Gaza para levar ajuda humanitária. A Argentina tornou-se o primeiro país da América Latina a autorizar o casamento entre gays. O site WikiLeaks divulgou mais de 91 mil documentos secretos com detalhes da guerra do Afeganistão. A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou o fim da pandemia de gripe suína, denominada oficialmente gripe A (H1N1), 14 meses depois de ter declarado o nível máximo de alerta pela aparição do vírus. Barack Obama cumpre uma promessa de campanha e oficializa o fim da missão de combate americana no Iraque, dizendo que "é hora de virar a página". EUA anunciam a retomada do diálogo de paz direto entre palestinos e Israel, encerrando um congelamento de 20 meses. O esforço foi por água abaixo com o fim da moratória de dez meses na construção de casas em assentamentos judaicos e quando os EUA anunciam que desistiram de pressionar Israel por uma extensão no congelamento das obras. Mais de 1 milhão de pessoas se manifestam em várias cidades da França contra a reforma do sistema de previdência. 

2011 – Primavera Árabe: O Tunisiano Mohamed Bouazizi morre 17 dias depois de se ter auto imolado em protesto contra o impedimento em fazer venda ambulante. Este ato de desespero torna-se o estopim para os protestos da população e que viriam a ficar conhecidos por Revolução Jasmim e que levaram à queda do presidente da Tunísia, Ben Ali. Estimulados pela renúncia do presidente da Tunísia, centenas de milhares de egípcios reúnem-se na Praça Tahrir, no Cairo, dando origem a uma onda de protestos contra o regime político imposto por Hosni Mubarak, protestos estes que levariam à queda do presidente 10 dias depois. Tem início no leste da Líbia uma rebelião contra o regime de Muammar Kadafi, no poder há 42 anos. A oposição cria o Conselho Nacional de Transição, que será reconhecido pela ONU e outros 60 países. Iniciam-se em Marrocos manifestações de milhares de jovens para pedir mais democracia e menos corrupção. Tem início na Síria um movimento de protesto contra o regime de Bashar al-Assad, que será violentamente reprimido ao longo dos meses seguintes. 

O líder cubano Fidel Castro, com 85 anos, abandona seu último cargo no poder, a chefia do Partido Comunista, durante o VI Congresso do partido. O chefe da Al Qaeda, Osama bin Laden, é morto no Afeganistão durante uma operação das forças especiais norte-americanas depois de dez anos de perseguição. Mobilização dos indignados em Espanha, que expressam descontentamentos sociais, políticos e económicos. O movimento alastraria a outras cidades espanholas em pouco tempo a diversos outros países. Inspirados pelo movimento dos 'indignados' iniciado em Madrid, milhares de pessoas na Europa e nos EUA manifestaram-se contra a especulação dos mercados financeiros. O líder líbio Muammar Kadafi é capturado e assassinado pelos rebeldes no seu bastião em Sirte, sua cidade natal no norte da Líbia. Ao fim de várias décadas violência em Espanha, os separatistas bascos da ETA anunciam o 'fim definitivo da sua luta armada'. A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, é reeleita para outro mandato. Após várias semanas de duras negociações, o Congresso norte-americano autoriza aumentar o limite da dívida pública, evitando que o país entre em incumprimento. De acordo com estimativas da ONU, a população mundial atinge os 7 mil milhões de pessoas. 

2012 – Vladimir Putin vence as eleições presidenciais na Rússia com 64% dos votos, voltando a ocupar o cargo pela 3ª vez. François Holland é eleito presidente de França com 52% dos votos, derrotando o ainda presidente Nicolas Sarkozy. A maior revolta popular das últimas décadas, a Primavera Árabe, perdeu seu caráter de celebração da democracia para se traduzir em imagens de massacres e protestos violentos no Oriente Médio. A situação mais grave ocorre na Síria, onde a guerra civil, iniciada em março de 2011, já deixou mais de 30 mil mortos e quase meio milhão de refugiados. A crise econômica fez estragos na União Europeia. Após a crise de 2008, os governos tiveram que salvar instituições financeiras do colapso. Assim, aumentaram as dívidas públicas, que já eram elevadas, ao mesmo tempo em que a arrecadação de impostos caiu, em consequência do desemprego. Como resultado, a Grécia quase foi à falência e manifestações ocorreram em quase todo o bloco. Em eleições realizadas durante o ano, presidentes e primeiros-ministros não conseguiram se reeleger. Barack Obama consegue ser reeleito presidente dos EUA.

(Fonte: Apostila de História - NÚCLEO DE APRENDIZAGEM PRÉ-VESTIBULAR)

sábado, 20 de julho de 2013

MINÚSCULO MANUAL DE GENTILEZA URBANA

(Texto publicado na Revista Conexão 7 - Abril de 2013)


IMPORTANTE: COMUNICADO OFICIAL DA ADESA

COMUNICADO OFICIAL

A ADESA - Associação de Desenvolvimento Ambiental - passa a responsabilidade do controle dos incêndios ambientais para a Secretaria Municipal de Meio Ambiente. Tentamos o apoio da referida Secretaria para combatermos incêndios na Serra de Santa Helena, sem sucesso. Devido a este fato, assumimos que não temos condições físicas nem de pessoal para tal finalidade, e manifestamos nossa tristeza referente a este fato. 
Estamos tristes pela quantidade de animais e plantas que irão queimar nesta temporada. E pelas 115 nascentes que estarão protegidas. Pelas mais 1.000 mudas plantadas por voluntários nos mutirões e visitas à ADESA, que estarão sem proteção. Ficamos tristes por estarmos deixando um trabalho de mais de 07 anos dedicados a Serra, e que neste momento especial não pudemos contar com o poder público ao qual vimos sempre estendendo as mãos.
Agradecemos o apoio de todos os voluntários, aos Bombeiros e aos membros da ADESA que dedicaram esforços para a melhoria da Serra de Santa Helena. Informamos também que não há mais condições da ADESA permanecer na serra, e assim que nos reorganizarmos divulgaremos nosso novo endereço. 
Informamos ainda que não estamos deixando a luta. A ONG continua! Apenas neste momento, estamos recuando e deixando para a Prefeitura o combate aos incêndios nas APAs.
Abraços a todos.

ADESA - Associação de Desenvolvimento Ambiental

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Cachoeira do Tabuleiro: a queda d'água e a biologia no trajeto de baixo.

Cachoeira do Tabuleiro - 18 de julho de 2013
Distrito de Tabuleiro - Conceição do Mato Dentro - Minas Gerais
Parque Natural Municipal Ribeirão do Campo
Na trilha: Ramon e Andreia
Guia: Samuel (Pousada da Gameleira)