As opiniões emitidas neste blog, salvo aquelas que correspondem a citações, são de responsabilidade do autor do blog, em nada refletindo a opinião de instituições a que o autor do blog eventualmente pertença. Nossos links são verificados permanentemente e são considerados isentos de vírus. As imagens deste blog podem ser usadas livremente, desde que a fonte seja citada: http://ramonlamar.blogspot.com

domingo, 30 de outubro de 2011

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

O DOCUMENTO AMBIENTALISTA DE 1996 (Sete Lagoas)

Em 1992, escrevemos um documento que foi encaminhado aos candidatos à prefeito. Em 1996, refizemos alguns pontos e novamente encaminhamos aos candidatos. O documento de 1996 pode ser acessado clicando AQUI. Hoje, cópia do documento foi encaminhada à Secretaria Municipal de Meio Ambiente, na pessoa do secretário Cláudio Busu.

Autoria: 
  • ASSOCIAÇÃO ECOLÓGICA OLHOS D'ÁGUA
  • BRIGADA ATIVA
  • GRUPO BAMBUÍ DE PESQUISA ESPELEOLÓGICA
  • GRUPO PRO-LAGOAS DE ESTUDOS AMBIENTAIS
O documento consta do levantamento de problemas e propostas de soluções. Suas considerações finais (fazendo referência ao documento anterior) são as seguintes:
Conclusões: A CIDADE QUE QUEREMOS
Terminamos este documento recolocando a mesma questão que há quatro anos inspirou nossa reflexão: Onde você gostaria de morar? Naquela ocasião, concluímos que devemos ficar por aqui mesmo, que não devemos abandonar o ambiente que construímos, mesmo que ele se apresente degradado e inóspito, que devemos assumir nosso papel de reconstruir e cuidar do desenvolvimento de nossa cidade, que não somos apenas moradores, somos cidadãos.
Hoje, recolocamos a mesma questão porque ela ainda é pertinente. Ainda não definimos oficialmente uma Política Municipal de Meio Ambiente, não atacamos efetivamente as principais causas da degradação, não conhecemos suficientemente os nossos problemas ambientais. Ainda estamos empenhados em denunciar a degradação quando poderíamos estar construindo um futuro sustentável.
Nossa cidade, como a maioria das cidades brasileiras, ainda é a cidade do desperdício e da desigualdade. Não nos esquivamos de admitir que existe a desordem, a espoliação, a dispersão, a insalubridade, a desarticulação, a segregação, a clandestinidade, a ineficiência. Contra todos estes atributos negativos reafirmamos nosso compromisso com a educação, com a consciência, com a solidariedade, com a vontade, com a esperança, com o trabalho. Certamente teremos que ir muito mais além, mas é imprescindível que caminhemos juntos.
Nosso futuro comum não pode estar cada vez mais comprometido. Conseguimos alguns pequenos avanços mas não conseguimos superar problemas essenciais. Isto pode ser percebido claramente quando comparamos o conteúdo do documento que apresentamos há quatro anos à sociedade com o que hoje elaboramos. Hoje temos mais condições de avançar, resta-nos avançar efetivamente.
Precisamos avançar principalmente na integração das políticas municipais de desenvolvimento, coordenando a geração do emprego, o estímulo à industrialização, a formação profissional, os currículos escolares, a ação social, as ações de saúde pública, a expansão da infra-estrutura urbana, e as demais políticas públicas com o princípio da sustentabilidade. Reconhecer a fragilidade e a essencialidade do ambiente ecologicamente equilibrado.
Precisamos avançar também na consciência crítica de toda nossa comunidade. Urge o entendimento da questão de Ecologia Urbana em sua forma mais ampla. Basta uma leitura superficial deste documento para que se entenda definitivamente que a preocupação ambientalista é uma preocupação com o homem e com seu destino. Não estamos questionando o desmatamento da Amazônia! Não estamos questionando o efeito estufa ou o buraco da camada de ozônio! Não estamos trazendo para esta reunião estes problemas mundiais... estamos falando de nossa rua, nosso bairro, nossa cidade...
É com essa esperança e com essa cobrança que continuaremos a discutir, debater e estudar a questão ambiental. Desta forma, gostaríamos de ser lembrados no futuro não como os que lutaram para salvar um único e desfolhado arbusto, mas como os que propuseram questionamentos que visavam salvar toda a floresta.

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

E agora, Christus? (Fraude no ENEM)

"Segundo o MEC, todos os cadernos da pré-testagem foram devolvidos, mas o conteúdo pode ter sido copiado eletronicamente. "O material [o simulado] é o conteúdo de dois cadernos, na íntegra. Está absolutamente comprovado", disse Haddad à Folha.
As provas dos 639 alunos do Christus que fizeram o Enem foram anuladas. Elas serão reaplicadas em 28 e 29 de novembro. Ao todo, 4 milhões de estudantes participaram do exame nacional. A escola não se pronunciou hoje. Ontem, disse que o simulado foi feito com questões de seu próprio banco de dados, que poderia ter sido abastecido com itens enviados por estudantes.
Haddad disse que a hipótese "é uma impossibilidade lógica", devido ao número de questões coincidentes." 
Fonte: Folha de S.Paulo, clique AQUI.

"Segundo dados levantados pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), 91 estudantes da instituição participaram, em outubro do ano passado, da fase de pré-teste do Enem. O pré-teste dos itens é feito pelo Inep para avaliar se as questões em análise são válidas e qual é o grau de dificuldade. Depois de aprovadas, elas são incluídas em um banco de itens utilizado para montar a prova.
De acordo com o MEC, nenhum dos cadernos aplicados aos alunos do Christus foi extraviado, mas os técnicos do Inep constataram que as questões contidas nas apostilas são cópias do material aplicado em 2010. O MEC, entretanto, ainda não esclareceu como o material foi copiado.
Vários estudantes do colégio Christus declararam, pelo 0800 do Inep, ter recebido "questões encadernadas em material apócrifo e com programação gráfico-visual distinta do habitualmente distribuído".
A nota do MEC divulga a declaração de um aluno: "Como aluno da própria escola, confirmo que no máximo três dias antes das provas, recebemos TDs (apostilas) com 92 questões, incluindo 14 que caíram no exame. O mais curioso foi termos recebido das mãos de um dos coordenadores e principais professores, com a instrução de que não deveríamos compartilhar os TDs com nenhum candidato de outra escola." M.R.L., pelo 0800 do Inep. A Polícia Federal no Ceará investiga o caso."
Fonte: Folha de S.Paulo, clique AQUI.
COMENTÁRIO: Que palhaçada, hein? Eu já havia postado (AQUI) que provavelmente não havia nada de "banco de questões" e que as questões eram todas do pré-teste. A materialidade dos caderninhos e sua comparação com as questões pré-testadas conduziu ao que se chama de: xeque-mate! Os cadernos do pré-teste foram copiados (provavelmente por fotocópia mesmo) num momento de vacilo de alguém. Acharam que o caso não iria vazar, que ninguém iria se importar, que a PF não investiga... E agora ainda tentam comprometer alunos de outras instituições, que caso tenham tido contato com as questões foi por culpa de quem mesmo? Sinto pelos alunos no Colégio Christus, aqueles que não se vangloriaram da falta de ética e que devem realmente estar preocupados em ter que fazer uma nova prova.

Fotos de Biólogo

Borboleta Papilionidae bebendo água.
Euphorbia pulcherrima: poinsétia, alegria-de-salão, bico-de-papagaio ou flor-de-Natal.
Abelha polinizando goiabeira.
Allamanda cathartica: alamanda amarela, dedal-de-dama (Apocynaceae)
 Fotos: Ramon Lamar de Oliveira Junior

Brasil: um país sem nomes!!!

Cai ministro, entra ministro e uma coisa chama a atenção: a falta de nomes que sejam referências em suas áreas, ou "quadros partidários", como você preferir. 
Do Delfim Netto (animal que se adaptou ao que havia para ele - Fazenda, Agricultura ou Planejamento), passando pelo Nelson Jobim (Ministro da Justiça e Ministro da Defesa) e seu sucessor Celso Amorim (Ministro das Relações Exteriores e Ministro da Defesa) e chegando ao Antônio Palocci (o médico da Fazenda, da Casa Civil... e do caseiro Francenildo), é uma longa trajetória de indivíduos que são "pau-para-toda-obra" e ocupam os cargos como se sempre estivessem transitando naquelas lides. 
Vejamos agora o caso de Aldo Rebelo, recém-ungido Ministro dos Esportes, foi também Ministro-Chefe da Secretaria de Coordenação Política e Relações Institucionais, autor do polêmico projeto de lei do Novo Código Florestal, da proposta de diminuir os estrangeirismos na língua portuguesa, inclusive transformando o Halloween em Dia do Saci Pererê. Não vejo muita ligação dele com o esporte, excetuando-se essa prática de alpinismo em cargos públicos. Nas urnas, nunca foi um primor de votação. Agora, vamos ver como será o desempenho do multifuncional ministro/parlamentar na condução do esporte nacional. 
Convém lembrar que o assunto não é só construção das arenas (será que o ministro do PCdoB usará o termo ARENA?), mas todo o investimento no esporte nacional como estrutura que pode auxiliar na saúde e nas condições de vida dos brasileiros. Como vão ficar os investimentos na formação dos atletas olímpicos, as gestões conturbadas entre a CBF, a FIFA e as redes de televisão, a questão dos doppings noticiados a todo dia e todos os outros esportes, ávidos por seu lugar ao sol?
O rei está morto, viva o rei! O ministro caiu, viva o novo ministro!

Ramon Lamar de Oliveira Junior

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

MINICONGRESSO CIENTÍFICO DO COLÉGIO CAETANO 2011

Segue a programação do evento. Quem puder, compareça em especial no sábado para prestigiar os trabalhos dos meninos. Os eventos da sexta-feira são mais restritos aos alunos do colégio, mas vocês podem pedir uma permissão especial à direção da escola para participarem. Muita coisa legal!




No sábado, os trabalhos serão apresentados das 8h às 12h30min. Clique nas imagens para ampliar.

Agradecimento especial aos alunos, professores, todos os funcionários e aos convidados que abrilhantam o evento: Cláudio Busu, Flávio de Castro e Sílvio Linhares.

Ramon Lamar de Oliveira Junior

Mutirão de plantio de árvores

Acabo de receber da ONG ADESA a informação abaixo. Vamos todos colaborar!!!


E vamos insistir junto aos órgãos competentes para que no próximo ano a fiscalização seja eficiente para evitar os desastres ambientais dos últimos dois anos.

Ramon Lamar de Oliveira Junior

VAZAMENTO DO ENEM: E O MEC AGIU!!!

MEC cancela provas do Enem de 639 alunos de escola no CE

LARISSA GUIMARÃES, DE BRASÍLIA
Adaptado de: Folha de São Paulo

O Ministério da Educação decidiu cancelar a prova dos 639 estudantes do colégio Christus, de Fortaleza (CE). O ministério reconheceu nesta quarta-feira que um simulado feito pelo colégio, duas semanas antes do Exame Nacional do Ensino Médio, continha nove questões idênticas às do exame - aplicado no fim de semana passado para 5,4 milhões de alunos em todo o país.
As questões do simulado foram divulgadas ontem em um perfil do Facebook. Dos 14 itens expostos na rede social, 9 eram idênticos às questões apresentadas pelo Enem.
A Polícia Federal foi acionada para investigar o caso. Uma das hipóteses trabalhadas é que as questões vazaram pelo pré-teste do Enem. A cada ano, o Inep (instituto do MEC responsável pelo exame) aplica provas para alunos de diferentes escolas do país para testar o nível de dificuldade dos itens. Essas questões, após serem testadas, podem fazer parte do banco de itens, de onde saem as questões do Enem. O colégio Christus foi um dos selecionados para o pré-teste do Enem 2011.
Em nota, a escola informou que as mesmas questões foram usadas em pré-testes realizados pelo ministério. Para o colégio, as questões podem ter entrado em um banco de perguntas da própria instituição por sugestão de alunos que fizeram pré-testes, "sem o conhecimento da escola no que diz respeito à origem desses dados"
 
COMENTÁRIO PARA A FRASE FINAL (sublinhada): Cabe à Polícia Federal analisar todos os cadernos de simulados e compará-los com o banco de dados do INEP. Suponho que outras questões do banco de dados estavam presentes nos simulados (mas não caíram nas provas do ENEM). Sendo assim, o banco de dados de questões do INEP pode ser deletado e essa "história da carochinha" de T.R.I. PERFEITO pode ser jogada num aterro sanitário. E agora? Como controlar essa logística? E continua a pergunta: POR QUE O COLÉGIO CHRISTUS MESMO NÃO PROCUROU O INEP/MEC, POLÍCIA FEDERAL OU O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PARA EXPOR O PROBLEMA LOGO APÓS A PRIMEIRA PROVA?

Ramon Lamar de Oliveira Junior

NOTA OFICIAL DO COLÉGIO CHRISTUS - FORTALEZA (CE) - FRAUDE NO ENEM 2011?


O COLÉGIO CHRISTUS, considerando as notícias correntes a respeito das questões do último ENEM – Exame Nacional do Ensino Médio, vem apresentar publicamente os seguintes esclarecimentos:
1. Nos anos 2010 e 2011, o COLÉGIO CHRISTUS não foi responsável pela aplicação do ENEM, sendo, assim, impossível que mantivesse qualquer tipo de contato prévio com o exame;
2. Como é do conhecimento de todos, a metodologia utilizada pelo ENEM é baseada na TRI – Teoria de Resposta ao Item, necessitando, assim, do pré-teste das questões, realizado em diversas escolas de ensino médio do Brasil; 
3. Como há o pré-teste de questões utilizadas no ENEM, existe a possibilidade de que essas questões caiam no domínio público antes da realização oficial do exame, as quais eventualmente podem compor o banco de dados de professores e de outros profissionais da área de educação;
4. O COLÉGIO CHRISTUS mantém vasto banco de questões, construído a partir da colaboração de professores e das sugestões de alunos ou ex-alunos, tendo como única exigência que as questões estejam no estilo próprio do ENEM;
5. O banco de questões do COLÉGIO CHRISTUS pode ser integrado também por questões provenientes de sugestões dos alunos que realizaram o pré-teste, sem o conhecimento da escola no que diz respeito à origem desses dados;
6. O COLÉGIO CHRISTUS verificou que há evidências de que as questões em discussão foram objeto de pré-testes efetivados para o ENEM entre os anos 2009 e 2011;
7. As questões da base de dados do COLÉGIO CHRISTUS provêm de diversas outras fontes, inclusive da própria rede mundial de computadores (internet) – mensagens de e-mail, simulados, fóruns de discussão e mídias sociais –, assim como da conversão de questões clássicas em questões “estilo ENEM”, dentre outras origens;
8. Uma instituição de ensino que tenha profundo conhecimento da TRI – Teoria de Resposta ao Item –  e possua vasto banco de questões originadas das mais diversas fontes, poderá ter boa margem de acertos nas avaliações do ENEM e de outros vestibulares;
9. No que se refere à redação, por exemplo, foi abordado o lógico no exame: o tema das redes sociais. No eixo temático do COLÉGIO CHRISTUS, durante a preparação dos alunos para o ENEM, focou-se a capacidade das redes na mobilização popular, considerando os últimos acontecimentos no Oriente Médio. O ENEM, por sua vez, focou as redes sociais considerando os limites entre o público e o privado nas relações inter-pessoais. A abordagem do tema “redes sociais” pelo COLÉGIO CHRISTUS, na preparação dos alunos, decorreu de uma avaliação contextual, mediante pesquisas e consultas a diversas fontes;
10. De resto, desafia a lógica e agride o bom senso alguém imaginar que, tendo de alguma forma conseguido previamente questões que seriam aplicadas no ENEM, fosse o COLÉGIO CHRISTUS torná-las públicas, entre os seus alunos, dez dias antes do exame.
11. O COLÉGIO CHRISTUS afirma, por fim, que agiu em estrita conformidade com os princípios da ética e da licitude que vêm pautando sua conduta ao longo de 60 anos de história. 
 
COLÉGIO CHRISTUS
A Direção. 


COMENTÁRIO e QUESTIONAMENTO: Se assim aconteceu, se o banco de questões do Colégio Christus está contaminado com questões pré-testadas do ENEM, então o banco todo do ENEM está exposto. 

Restam os questionamentos:

1) Por que a direção da escola, sabendo da "coincidência" das questões (impossível não saber!) não se antecipou e divulgou que havia um problema após o primeiro dia de provas? Só agora, na quarta-feira, vem a público se manifestar e depois de denúncias aparecerem na "rede social", tema da redação tão debatido na escola. Faltou responsabilidade social aí, não?
2) Como fica a estatística sobre a probabilidade de 11 questões do banco de dados (deve ser grande, com tantas fontes...) terem aparecido no simulado e na prova do ENEM?
3) Por que os simulados não contavam com a logomarca do Colégio Christus (afirmado inicialmente como presente em todos os materiais)? Isso também desafia a lógica?
4) O banco de dados foi ou será aberto para a Polícia Federal comparar as questões com as constantes do banco de dados do INEP?
5) Como o TRI e seus pré-testes sobreviverá a esse problema de falta de ética de quem participou e divulgou as questões? 
6) Como as questões pré-testadas saem por aí com a mesma e idêntica formatação, desenhos e alternativas na mesma ordem? 
7) Como as questões pré-testadas caíram no domínio público só do Colégio Christus? Estavam presentes em algum site? Qual?
8) E aí ministro? A logística da empresa responsável pelo panamericano do Rio de Janeiro ou o Inmetro haviam previsto tal possibilidade? (Leiam a primeira consideração ao final de uma antiga postagem do blog AQUI.)

MPF e PF, podem procurar que tem mais coelho nesse mato.

Ramon Lamar de Oliveira Junior

VAZAMENTO DO ENEM 2011? NOVAS INFORMAÇÕES. (tópico em construção)

Vamos tentar concentrar neste tópico as novas informações sobre a suspeita de vazamento da prova do ENEM no Ceará (clique AQUI).

"A direção do colégio Christus negou a autoria do caderno e ressaltou que a logomarca do colégio consta em todas suas apostilas."


O procurador da República, Oscar Costa Filho, disse ao Jangadeiro Online que com as provas apresentadas já pode concluir que houve vazamento das questões do ENEM 2011. Ele afirmou que vai, ainda nesta quarta-feira (26), acionar o Instituto Nacional de Pesquisas Educacionais – INEP para que o exame seja anulado e espera colaboração do órgão para a solução do problema. “Houve vazamento. A materialidade (do crime) está comprovada. A investigação será só pra comprovar a autoria”, concluiu Oscar Costa Filho.
Denúncias nas redes sociais: Alunos levantaram suspeita de vazamento de questões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), em Fortaleza, na noite desta terça-feira (25).Os candidatos afirmam que uma escola particular da Capital havia disponibilizado, na véspera do exame, uma apostila com 14 questões idênticas as que caíram no exame. Para aumentar a suspeita, os estudantes postaram nas redes sociais o caderno de simulado do colégio, comparando as questões com a prova do Enem.
Em resposta, o colégio se pronunciou através da rede social Facebook e informou que possui um vasto banco de questões fornecidas por professores e ex-alunos, e sempre tem registrado um bom índice de acertos em questões de vestibulares.

Twitter do @colegiochristus (Fortaleza, Ceará). Informações postadas agora pela manhã. Estamos aguardando mais informações. Não houve ato deliberado? Mas houve ato?


"Uma Instituição de Ensino que tenha profundo conhecimento da TRI - Teoria da Resposta ao Item - e possua vasto banco de questões fornecidas por professores, por ex-alunos e pela conversão de questões do estilo clássico para estilo ENEM poderá ter boa margem de acertos nas avaliações do ENEM e em outros vestibulares. O Colégio Christus, há vários anos, tem registrado altos índices de acertos em questões de vestibulares, o que é de conhecimento de todos."
Primeira nota divulgada pelo Colégio Christus (em http://ow.ly/d/nBZ)




"Alunos de Fortaleza que se submeteram ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), no último fim de semana, denunciaram, ontem, nas redes sociais da Internet, principalmente no Facebook, o vazamento de 14 questões da prova. Segundo versões dos internautas, um colégio da Capital teria divulgado em seu simulado, antes do exame, 14 perguntas idênticas às que estavam nos cadernos do Enem. Até às 22h de ontem, o post no Facebook que mostrava as fotos do suposto simulado já tinha 1.105 comentários.
“Um colégio aqui de Fortaleza deu um TD aos alunos antes da aplicação, contendo 14 questões iguais às que caíram no Enem”, postou um aluno.
Outro estudante escreveu: “a maior cara-de-pau foi terem dado os módulos sem a logo do colégio. Difícil vai ser provar! Descobriu-se porque um dos alunos divulgou para esnobar e a notícia vazou”, comentou.
“Essas questões estavam na Internet, eram as questões pré-testadas, qualquer colégio poderia ter acesso a elas”, explicou um aluno também no Facebook. “Existe o banco de dados do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais), todos têm acesso ao mesmo, e dele se tira quantas questões quiser”, alegou um internauta."
(em http://quigospel.com/index2/?p=717)

COMENTÁRIO DO BLOG: O BANCO DE QUESTÕES DO INEP ESTÁ DISPONÍVEL NA INTERNET? QUAL LINK, POR FAVOR... PELO QUE EU SAIBA, APENAS ELABORADORES E REVISORES CADASTRADOS PODEM TER ACESSO AO BANCO DE DADOS. SEGURANÇA FRÁGIL? O SEGREDO DO SUCESSO DE UM CONCURSO EM TERMOS DE SIGILO É A REDUÇÃO DO NÚMERO DE PESSOAS QUE TÊM ACESSO AO BANCO DE QUESTÕES. ESTARIA O INEP NA CONTRAMÃO DESSA MÁXIMA?



"Procurador da República no Ceará quer anulação de 14 questões do Enem 2011
Questões similares teriam sido aplicadas por escola de Fortaleza em simulado dias antes da avaliação federal.
O procurador da República no Ceará Oscar Costa Filho vai solicitar nesta quarta-feira ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionaios (Inep) a anulação de 14 questões do ENEM 2011. O motivo: dias antes da avaliação federal, o Colégio Christus, escola particular de Fortaleza, apresentou a seus alunos um simulado com questões idênticas às do Enem.
"As imagens são provas irrefutáveis de que houve desequilíbrio no exame, favorecendo uns poucos e prejudicando milhões", diz o procurador. "No momento, a preocupação não é descobrir como as questões foram parar no simulado da escola, mas, sim, evitar que o exame seja desigual."
De acordo com o procurador, caso o Inep se recuse a anular as questões, o Ministério Público Federal no Ceará dará início a um processo judicial exigindo a anulação das perguntas e até a suspensão do Enem 2011. "Sempre que foram identificados problemas na aplicação do Enem, o Inep e o Ministério da Educação (MEC) relativizam o problema e jogam a poeira para debaixo do tapete. Esperamos que, desta vez, a atitude seja diferente", diz.
Costa Filho é figura conhecida nas batalhas judiciais envolvendo o Enem. Em 2010, ele conseguiu que o exame fosse suspenso temporariamente. Neste ano, tão logo o edital do exame foi publicado, o procurador ajuizou uma ação civil pública solicitando que os estudantes tivessem acesso à correção da prova de redação e pudessem contestar as notas atribuídas pelo Inep."
em http://veja.abril.com.br/noticia/educacao/procurador-do-ceara-pede-anulacao-de-14-questoes-do-enem-2011



"MEC admite que estudantes tiveram acesso a questões do Enem 2011 antes da prova
Ministério pede à Polícia Federal que investigue como estudantes de Fortaleza tiveram acesso a questões antes da avaliação federal
Por meio de sua assessoria de imprensa, o Ministério da Educação admitiu, nesta quarta-feira, que estudantes do Colégio Christus, em Fortaleza, tiveram acesso a questões do Exame Nacional do Ensino Médio 2011 (Enem) antes da realização da prova, no último fim de semana. "Pelas informações que apuramos pelas redes sociais, os alunos tiveram acessam a nove questões da prova", disse o MEC. "Estudamos a possibilidade de cancelar a prova dos alunos desse colégio. Caso isso ocorra, eles farão a prova no final do mês junto com demais. Se ficar a apurado envolvimento da escola (no vazamento das questões), a instituição será processada."
O MEC informou ainda que já acionou a Polícia Federal na manhã desta quarta-feira para investigar o assunto. O objetivo é apurar como as questões da prova foram parar nas redes sociais.
O procurador da República no Ceará Oscar Costa Filho vai solicitar ao Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionaios (Inep) a anulação de 14 questões do ENEM 2011. Dias antes da avaliação federal, o Colégio Christus, escola particular de Fortaleza, apresentou a seus alunos um simulado com questões idênticas às do Enem.
"As imagens são provas irrefutáveis de que houve desequilíbrio no exame, favorecendo uns poucos e prejudicando milhões", diz o procurador. "No momento, a preocupação não é descobrir como as questões foram parar no simulado da escola, mas, sim, evitar que o exame seja desigual."
De acordo com o procurador, caso o Inep se recuse a anular as questões, o Ministério Público Federal no Ceará dará início a um processo judicial exigindo a anulação das perguntas e até a suspensão do Enem 2011. "Sempre que foram identificados problemas na aplicação do Enem, o Inep e o Ministério da Educação (MEC) relativizam o problema e jogam a poeira para debaixo do tapete. Esperamos que, desta vez, a atitude seja diferente", diz.
em http://veja.abril.com.br/noticia/educacao/mec-adminte-que-estudantes-tiveram-acesso-a-questoes-do-enem-2011-antes-da-prova






FOLHA DE SÃO PAULO, VEJA E GLOBO ENTRARAM NA HISTÓRIA. A PARTIR DE AGORA, SÓ LINKS. NÃO DÁ MAIS PARA POSTAR OS TEXTOS. ESTÁ CRESCENDO EM PROGRESSÃO GEOMÉTRICA:

DEPOIMENTOS DE DIVERSOS ALUNOS QUE TIVERAM ACESSO AO MATERIAL (INCRÍVEL!!!): http://g1.globo.com/ceara/noticia/2011/10/estudantes-dizem-que-escola-do-ce-antecipou-questoes-do-enem.html

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL RECOMENDA AO MEC A ANULAÇÃO DO ENEM POR SUPOSTO VAZAMENTO: http://g1.globo.com/ceara/noticia/2011/10/mpf-recomenda-ao-mec-anulacao-do-enem-por-suposto-vazamento.html

MEC ADMITE QUE ALUNOS TIVERAM ACESSO A 9 QUESTÕES ANTES DO ENEM: http://www1.folha.uol.com.br/saber/996909-mec-admite-que-alunos-tiveram-acesso-a-9-questoes-antes-do-enem.shtml
Na mesma matéria, escola sai pela tangente: O diretor do colégio, Davi Rocha, disse que ficou surpreso com a repercussão do caso. Ele disse que ainda apura o que ocorreu e que o simulado é realizado por uma rede de colaboradores. (Comentário: oras, a "coincidência" não era fruto da enorme experiência da escola com o TRI?)

DIRETOR DIZ QUE QUESTÕES DO ENEM ESTÃO EM BANCO DE DADOS DA ESCOLA:
(Comentário: Essa notícia dá a entender que eram questões pré-testadas e quem participou do teste não teve a ética suficiente para manter o sigilo e as questões foram parar no banco de dados da escola. A culpa refletindo de volta no MEC/INEP. Essa história de testar questões nunca desceu pela minha garganta. Mas é o todo-poderoso TRI. Está aí... o banco todo contaminado!)

ENEM VENDIDO? (circulando no twitter)

Surgiu um boato forte no facebook e no twitter sobre um colégio de Fortaleza que teria aplicado um simulado com questões quase IDÊNTICAS às do ENEM 2011. 14 questões!!! Até a diagramação parecidíssima (olhando com mais detalhes, há pequenas diferenças). Será verdade? E agora? 
Procurem no twitter pelas hashtags #ENEM, #ENEMFAIL e #ENEMVENDIDO
Ou olhem o link do facebook:


As questões são praticamente idênticas. Verdade ou armação (montagem) contra um dos melhores colégios de Fortaleza? Ou teria o MEC/INEP copiado as questões das apostilas do colégio (hipótese bastante remota)? Mistério!!! Vamos ver no que vai dar. No mínimo, o assunto merece uma ampla investigação.  

In dubio pro reo ("na dúvida, sejamos a favor do réu"). E seguem as nossas dúvidas:

1) Como é que ninguém deu com a língua nos dentes no sábado mesmo?
2) Se o colégio teve acesso à prova, por que reproduziria as questões de forma tão idêntica?
3) Como isso foi aparecer, com fotos e tudo, só depois do MEC ter liberado as provas online? Parece muito fácil que alguém tenha impresso os caderninhos e criado toda a polêmica.
4) Que notícias são essas que o tema de redação foi exaustivamente trabalhado nos últimos 5 dias antes da prova? E depoimentos de alunos? Seriam depoimentos verdadeiros mesmo?

Creio que se for uma tremenda armação contra a escola, o pessoal do Colégio não terá dificuldades de identificar os responsáveis pelo início do estopim. Sei não, estou custando a acreditar que seja verdade. Escolas não jogam seus nomes na lama assim.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

As gameleiras da Estrada dos Tropeiros. (de novo...)

Acabo de chegar de um passeio de Educação Ambiental com crianças do ensino infantil e fundamental. Fomos ao Receptivo Turístico da Gruta Rei do Mato, que está uma beleza. Lá deu tudo certo: estudamos as árvores, fizemos um piquenique e passei para as crianças algumas imagens de árvores de Sete Lagoas. Ficam os agradecimentos a todo o pessoal de lá, especialmente ao Alexandre (Seltur), Edmar (IEF), Rozângela e ao Mateus (que foi nosso cicerone no auditório). Nota 10!
Descemos "para a cidade" para apreciar três árvores em especial: as gameleiras da Estrada dos Tropeiros, os Buritis da Lagoa Paulino e um Pau-Brasil na praça Dom Carmelo Motta.
Aí a decepção com o estado do terreno onde se encontram as gameleiras. Gente, agora já passou da hora. Já transbordou o copo. Não dá mais para esperar uma ação pública naquele local. Está imundo. Morri de vergonha internamente. Procuramos driblar os problemas e focar as crianças na questão das árvores e sua importância na história do município, bem como da Estrada dos Tropeiros, o quinto caminho! Mas lá está virando uma mistura de bota-fora, com lixo a céu aberto e moradia noturna de sem-teto.
Vamos lá, gente! Ação! Vamos entrar em contato com os donos do terreno e entrar num acordo para a limpeza e manutenção do mesmo. Pra ontem...

Ramon Lamar de Oliveira Junior

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

ENEM 2011: as trapalhadas continuam.

Fiscais despreparados: na minha sala de provas os dois fiscais (novinhos, uns 25 anos no máximo) estavam completamente atrapalhados. Distribuíram as provas antes de chegar todos os candidatos e aí foi o problema de um sentar perto de prova do mesmo tipo (as provas devem ser distribuídas alternadamente, independente se a carteira tem ou não tem candidato - duas cores numa fila e duas cores na fila vizinha...). Fizeram confusão com o "saco de guardar objetos": apesar das instruções para colocar lá dentro só objetos eletrônicos e outros proibidos... mandaram colocar até chaves e carteira... depois precisaram das identidades dos candidatos para passar a lista de presença. A marcação do tempo no quadro foi um desastre. Eles não entenderam como funcionava a tira de marcação de tempo. Pelo menos falavam as horas sempre que perguntados. Muito educados mas sem experiência, e o treinamento que receberam deve ter sido de meia hora (se tanto).
Folha de rascunho: que besteira foi essa de folha de rascunho com nome e assinatura para devolver ao final? Bastava ter espaços nas questões de matemática para desenvolver os cálculos. Em 2009, na versão "subtraída da gráfica", havia uma coluna à direita em todas as páginas da prova de matemática para desenvolver os cálculos. Bastava ter usado tal artifício.
Folha de redação no verso da folha de respostas: Essa foi feia!!! Agora as redações só poderão ser corrigidas após a leitura ótica das folhas de resposta do segundo dia. Com o tempo nublado e úmido, as máquinas de leitura não podem trabalhar a toda velocidade. Estimo uns 10 a 15 dias para que as redações sejam distribuídas e para começar a correção das mesmas. Em vez de uma folha de rascunhos (assinada e identificada), melhor seria a folha de redação em separado. Mas se escolheram desse jeito é porque deve facilitar muito a logística, né? Afinal, a empresa responsável por conferir toda a logística do ENEM2011 é a mesma que fez a logística do Panamericano do Rio de Janeiro. Deve ter muita experiência em uma prova nacional como essa.
Adequação do tempo de provas: acho que não preciso comentar muito. Em especial para as provas do segundo dia, o tempo é exíguo. E não adianta aumentar o tempo. Basta o pessoal que elabora a prova de Códigos de Linguagens sentar, elaborar uma redação, resolver uma prova de matemática de 45 questões e tentar resolver a prova que eles mesmo elaboraram. Assim eles vão perceber que é preciso "enxugar" mais a prova. Penso que as pessoas da equipe de elaboração da prova, pelo menos algumas, deveriam se inscrever e fazer as provas, nas condições que os candidatos fazem, tendo que acertar no mínimo 60% das questões. Aí teriam uma visão mais realista da extensão do que estão fazendo com os candidatos.
Mas no cômputo geral, melhorou em relação aos últimos anos. A preocupação é com a falta de percepção que tem alguma coisa muito errada (o número de questões). Para uma prova com tantas questões repetitivas, 36 de cada área seriam mais do que o suficiente.

Ramon Lamar de Oliveira Junior

Faixa estranha!!!

Quem viu a faixa que foi colocada na orla da Lagoa Paulino, em frente à Lassance Cunha? Passei rápido por lá e não deu tempo de fotografar. Diz mais ou menos assim:

LOJISTA QUE NÃO PAGA
O QUE COMPRA 
ACABA COM O NOME AQUI!

Puxa vida, alguém está muito nervoso com outro alguém. 
Eu sei de um caso aqui na cidade que um lojista vendeu uma coisa e não entregou. Mil reais de prejuízo! Inclusive a questão foi para as "pequenas causas" e nada se resolveu. Não quer devolver o dinheiro e nem entregar a mercadoria, e pronto. Lá disseram que não se pode fazer nada. Aí o povo apela e quem lucra é o "fazedor" de faixas!

Ramon Lamar de Oliveira Junior

domingo, 23 de outubro de 2011

ENEM 2011 - Impressões sobre o segundo dia

Como diria Jack, o estripador, vamos por partes:
- O tema de redação foi óbvio demais, principalmente para quem é blogueiro: a responsabilidade social na internet. No final, reli a redação e a achei muito óbvia. É óbvio! Gastei uma hora.
- Depois fui para a prova de Matemática, enquanto o cérebro ainda "pulsava". Muitas questões fáceis, mas que vão minando sua concentração. Muitas continhas sem sentido. A mesma estrutura de questão repetida n vezes. De repente, uma ou outra questão que exige mais do raciocínio, principalmente para interpretar o enunciado: "- que que eles querem mesmo?". Aí, os dois neurônios cansados começam a errar contas bobas. Normal, já esperava que iria acontecer. Mas pelo menos, esse ano, não precisei chutar nenhuma questão como em 2009. Sou totalmente responsável pelos meus acertos e pelos meus erros. Duas horas de trabalheira e passei as respostas logo para a Folha de Respostas, pois sabia que o bicho iria pegar ao final. E pegou.
- Finalmente a prova de Códigos de Linguagem. Prova de Inglês com tirinha, charge e texto. Quem não conhece a filosofia do Garfield poderia se enrolar numa das questões (mas quem não conhece?). Sobre espanhol não falo nada, mas vi textos enormes enquanto passava as páginas. Já o português/literatura foi o suprassumo da falta de bom senso. Será que os elaboradores acham que só existe português? Textos grandes, alternativas grandes e confusas, necessitava-se de um tempo para interpretá-las muito maior que as quase duas horas restantes. Correria ao final: 15 questões para fazer em 30 minutos! Coloquei várias "?" ao lado de questões para retornar se sobrasse tempo. Não sobrou! Saí faltando 5 minutos para estourar o tempo. O gabarito a tinta nos impede de ficar até o último instante martelando as questões que sobram.
Foi isso. Lá fora, muitos candidatos reclamando que chutaram muitas questões por causa do tempo. A nota pitoresca fica por conta de uma notícia na Folha de S.Paulo:
"O tema de algumas das perguntas foi Olimpíadas. Uma das perguntas cobrou o cálculo da área de um estádio, diz xxxxxx xxxxxx, 18, que prestou o Enem pela primeira vez." (Clique AQUI, se é que eles não vão mudar o texto.)
Não tinha nada disso na prova. Havia UMA questão sobre qual raia da pista de atletismo era mais curta: a de dentro, claro! Acho que o jornalista deve ter entendido outra coisa da fala da menina, sem olhar a prova (os candidatos que saem primeiro não podem sair com a prova, só os que saem faltando menos de meia hora)..

Ramon Lamar de Oliveira Junior

sábado, 22 de outubro de 2011

ENEM 2011 - Impressões sobre o primeiro dia

A prova de 2011 pareceu-me mais acessível do que a 2009. Mesmo assim fiquei até o final e, por pouco, não fiquei com os três últimos para assinar o fechamento da ata de sala. Deixei os três lá e saí...
As fórmulas de física necessárias eram bem mais tranquilas e algumas questões até me lembraram umas antigas da UFMG. Química tranquila, muito dentro do previsto (faltou eletroquímica e nadinha sobre Fukushima). Biologia, para variar, com uma chuva de ecologia e umas duas questões tipo Ngaura, ou seja, de grande subjetividade na escolha das respostas, várias questões bem fáceis e rápidas. Geografia e História estavam razoáveis e não tive lá grandes dificuldades (pode ser também que confundi tudo!!!). Pareceu-me menos propaganda do governo do que a 2009 (mas tinha uma ou outra propagandinha lá...).
Os momentos tensos ficaram por conta de uns cálculos de física a caneta e a transcrição da folha de respostas a caneta. Dá um medão de errar (e olha que para mim vale muito pouco.. imaginei os alunos...).
Os fiscais da minha sala aprontaram uma zona com o saco de guardar objetos. Mandaram guardar tudo e alguns tiveram que abrir para pegar a identidade. Só que não tem como abrir sem estragar o saco. Ô saco!
Aceitaram relógio analógico na prova. Talvez eu compre um descartável amanhã no camelô. E vou levar uns pastéis e um caldo-de-cana!!! Quem sabe levo um sanduíche universitário?
Abraços e vamos firmes para prova de amanhã.

Ramon Lamar de Oliveira Junior

PS1.: Fiz provas na FEAD, em BH,. Savassi.... chique, né?
PS2.: Na minha prova (AZUL) estava escrito polipoidia em vez de poliploidia. Erro proposital ou...

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Aos seguidores do blog

Desculpem a falta de posts. Estamos em momento de TPE (Tensão Pré-ENEM). Esperamos voltar à normalidade tão logo quanto possível.
Ramon Lamar de Oliveira Junior

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

A unanimidade nos deixou...

Crédito: Quim Drummond/SECOM Sete Lagoas.
Faleceu o nosso ilustre ex-prefeito, Dr. Afrânio Avelar. 
Esse não era apenas um homem com H maiúsculo, mas com todas as letras em destaque. Um verdadeiro HOMEM PÚBLICO. Homenagens serão muitas e cada milímetro delas será de grande merecimento. Só espero que os homenageadores entendam quem é a pessoa mais importante e que mais deve ser reverenciada.
Dr. Afrânio, sinto-me orgulhoso de tê-lo conhecido. Descanse merecidamente em paz. Jamais esquecerei seu gesto simples de visitar o meu pai no hospital, quando ele estava em seus últimos dias e o quanto ele ficou feliz em vê-lo.
Eu e minha família, em especial a minha mãe que encontra-se em viagem, deixamos as mais sinceras condolências aos familiares do Dr. Afrânio.
Segue o link de postagem sobre o Dr. Afrânio, publicada em maio aqui no blog. Clique AQUI.

Ramon Lamar de Oliveira Junior

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Edital do ENEM 2011: Informações importantes sobre a realização das provas

  • Nos dias de realização do Exame, os portões de acesso aos locais de provas serão abertos às 12h00min e fechados às 13h00min, de acordo com o horário oficial de Brasília-DF, não sendo permitida a entrada do PARTICIPANTE que se apresentar após o fechamento dos portões. Recomenda-se que TODOS os PARTICIPANTES compareçam ao local de realização das provas até as 12h00min de acordo com o horário oficial de Brasília-DF.
  • O PARTICIPANTE somente poderá iniciar as provas após ler as instruções contidas na capa do Caderno de Questões, no Cartão-Resposta e na Folha de Redação, observada à autorização do aplicador.
  • Somente será permitido o uso de caneta esferográfica de tinta preta fabricada em material transparente.
  • O PARTICIPANTE deverá desligar o aparelho celular e qualquer equipamento eletrônico ao entrar na sala de prova sob pena de eliminação do Exame.
  • Durante a realização das provas, o PARTICIPANTE não poderá, sob pena de eliminação, realizar qualquer espécie de consulta ou comunicação com outros PARTICIPANTES nem utilizar lápis, lapiseira, borrachas, livros, manuais, impressos, anotações, óculos escuros e quaisquer dispositivos eletrônicos, tais como: máquinas calculadoras, agendas eletrônicas ou similares, telefones celulares, smartphones, tablets, ipod, gravadores, pen drive, mp3 ou similar, relógio, ou qualquer receptor ou transmissor de dados e mensagens.
  • Será disponibilizado em cada sala de prova um marcador de tempo.
  • O PARTICIPANTE deverá guardar, antes do início das provas, em embalagem porta-objetos fornecida pelo aplicador, telefone celular desligado, quaisquer outros equipamentos eletrônicos desligados e outros pertences listados no item anterior, sob pena de eliminação. A embalagem porta-objetos deverá ser lacrada, identificada pelo PARTICIPANTE e mantido embaixo da carteira até concluir seu Exame.
  • O Inep não é responsável pela guarda de quaisquer dos objetos supracitados e não se responsabilizará por perdas ou extravios de objetos ou de equipamentos eletrônicos ocorridos durante a realização das provas, nem por danos a eles causados. 
  • O PARTICIPANTE não poderá, em hipótese alguma, realizar o Exame fora dos espaços físicos, datas e horários definidos pelo Inep. Não será permitido ao PARTICIPANTE se ausentar em definitivo da sala de provas antes de decorridas duas horas do início das provas.
  • O PARTICIPANTE somente poderá levar o seu Caderno de Questões ao deixar em definitivo a sala de provas nos últimos 30 (trinta) minutos que antecedem o término das provas.
  • É expressamente proibido ao PARTICIPANTE receber quaisquer informações referentes ao conteúdo das provas de qualquer membro da equipe de aplicação do Exame.
  • Não haverá, por qualquer motivo, prorrogação do tempo previsto para a aplicação das provas em razão de afastamento do PARTICIPANTE da sala de provas ou para preenchimento do seu Cartão-Resposta ou Folha de Redação.
  • São de responsabilidade única do PARTICIPANTE a leitura e conferência de seus dados registrados nos Cartões-Resposta, na Folha de Redação, na Lista de Presença e demais documentos do Exame. 
  • A capa do Caderno de Questões possui informações sobre a cor do Caderno de Questões e uma frase em destaque, e caberá, obrigatoriamente ao PARTICIPANTE: Marcar, nos Cartões-Resposta, a opção correspondente à cor da capa do Caderno de Questões. Transcrever, nos Cartões-Resposta, a frase apresentada na capa de seu Caderno de Questões.
  • As respostas das provas objetivas e o texto da redação do PARTICIPANTE deverão ser transcritos, com caneta esferográfica de tinta preta fabricada em material transparente, nos respectivos Cartões-Resposta e Folha de Redação, que deverão ser entregues ao aplicador da sua sala ao terminar o Exame.
  • Os três últimos PARTICIPANTES presentes na sala de prova só serão liberados juntos, após assinatura da ATA DE SALA.
Do Edital do ENEM 2011

COMENTÁRIO DO BLOG: QUALQUER PROBLEMA QUE OCORRER COM SEU CADERNO DE QUESTÕES OU COM A FOLHA DE RESPOSTAS OU DE REDAÇÃO, EXIJA DOS APLICADORES QUE O FATO SEJA RELATADO NA ATA DE SALA. MUITOS CANDIDATOS FORAM PREJUDICADOS NO ÚLTIMO EXAME POR NÃO SABEREM DESSA POSSIBILIDADE.


Ensaiou... ensaiou... e a árvore caiu!!!

Lembram-se da árvore que ia cair na estrada da Serra de Santa Helena e estava ameaçando a fiação (além dos passantes da estrada, é claro!)? Cliquem AQUI.

Pois é, caiu ontem!!!

Felizmente caiu para o lado do barranco. Mas ainda pode provocar danos às pessoas. (Foto: Gustavo Mahé, ADESA)
Quanto tempo o pessoal precisa para atender uma poda urgente como essa? Vários pedidos foram protocolizados, foi publicado aqui no blog no dia 6 de outubro e nada foi feito. Sorte demais ter caído para o lado do barranco.
Aos amigos Ênio e Busu: faltou a devida celeridade. Concordam?

Ramon Lamar de Oliveira Junior

domingo, 16 de outubro de 2011

Fórmula Indy: morre Dan Wheldon

Sou fã da Fórmula 1, não sou fã da Fórmula Indy, mas reconheço o valor dos pilotos da categoria. Esportes a mais de 300 km/h são coisa seríssima. Não se brinca com isso.

O acidente que vitimou o piloto Dan Wheldon. Fonte: Folha de S.Paulo. Créditos junto à imagem. Clique para ampliar.
Hoje, um acidente me lembrou cenas hollywoodianas de tão chocantes, daquelas que são muito mais do que os efeitos especiais já imaginados. Mas o acidente deixou uma vítima, o piloto inglês Dan Wheldon. 
Não pude deixar de perceber a semelhança com cenas espetaculares, criadas por computador, para o filme Alta Velocidade (2001, com Sylvester Stallone). Só que dessa vez não há nada de espetacular, uma pessoa faleceu brutalmente. Corridas são espetáculos, acidentes não. Não acho nem um pingo de graça quanto acidentes são colocados nos comerciais sobre corridas. Falta de sensibilidade. Pessoas morrem.
Recorro à Folha de S.Paulo para um breve relato sobre o piloto:
Fonte: Folha de S.Paulo
Dan Wheldon, que ganhou a tradicional prova de Indianápolis este ano e em 2005, buscava o prêmio de US$ 5 milhões e um lugar na temporada de 2012 da Indy.
Segundo a mídia americana, o inglês era o favorito para substituir Danica Patrick, que se despede da categoria - ano que vem ela correrá na Nascar.
Na Indy, chegou a ser vice-campeão da temporada em 2004 e 2006. Ganhou na categoria 133 corridas, conquistou cinco poles e 16 vitórias em dez anos.
Wheldon, que morava na Flórida, era casado com Susie Behm desde 2008 e tinha dois filhos: Sebastian, de dois anos, e Oliver, de sete meses.  (Folha de S.Paulo, clique AQUI)
Fica nossa homenagem ao piloto e os sentimentos para com sua família.

Ramon Lamar de Oliveira Junior

Sanduíche Universitário à Ramon Lamar

Li uma receita de Hamburgão no blog do amigo Flávio de Castro (clique AQUI) e não resisti. Não, não consigo fazer uma receita com tanta pompa e circunstância. Quantos ingredientes! Meu Deus do céu, tem coisa ali que nem sei o que é. E ainda vem o Ênio Eduardo comentar... outro que adora essas alquimias com ingredientes que encontram não-sei-onde (no Mercadão não tem essas coisas... então não existem!).
Preparei então o meu Sanduíche Universitário. Receita dos tempos de faculdade. Duas grandes vantagens: mata a fome mesmo e é só lavar a frigideira depois. Bão demais.
Sanduíche Universitário
Prepare um ovo na frigideira com pouca manteiga (pode ser omelete, mexido, ovo frito... ovo mexido é mais fácil). Aproveite a quentura da frigideira para requentar qualquer carne que encontrar na geladeira (bife da sobra do almoço é ótimo, mas pode ser carne moída, almôndega...). Corte um pão dormido ao meio (se não tiver, pode fazer com pão fresquinho mesmo). Coloque o ovo, a carne e feche o pão. Se quiser pode colocar ketchup ou qualquer molho de tomate que tiver sobrando. Uma versão mais complicada exige linguiça defumada feita no molho de tomate da marca o-mais-barato-que-tiver. Acompanhamento: coca-cola, pepsi, fanta laranja, fanta uva, guaraná ou limonada.
Voilá!!! Delícia das delícias. Não resisti e fiz mais um logo em seguida. Não tirei foto para não deixar todo mundo com água na boca.

Ramon Lamar de Oliveira Junior

União Colegial de Sete Lagoas

Começa a ganhar corpo no Facebook um movimento para a reativação, refundação ou criação de uma entidade para agregar os estudantes setelagoanos. É importantíssimo que os estudantes tenham uma representação sólida, eleita democraticamente e que verdadeiramente defenda os interesses da maioria. A União Colegial ou União Estudantil é também um local que permite a formação de novas consciências e novas lideranças na cidade. Sem dúvida, uma maneira de oxigenar o ambiente local. 

Prédio da Rua Floriano Peixoto, atualmente utilizado pela Sociedade São Vicente de Paulo, que abrigava as instalações da União Colegial de Sete Lagoas. A transferência da posse/propriedade do prédio está sendo discutida nas redes sociais. (Crédito da foto: Google Street View)
Riscos existem, é claro, pois qualquer entidade que agrupe um grande número de pessoas é alvo das aves de rapina da política. Muito cuidado devemos ter também para garantir a representatividade, participação e busca de conquistas para todos os segmentos da educação: do ensino fundamental à universidade. Temo também que, com o crescimento da população universitária da cidade, uma instituição estudantil acabe voltada mais para as lutas típicas do meio universitário. Democracia e participação! Fica um conselho bíblico: Vigiai!

Ramon Lamar de Oliveira Junior

sábado, 15 de outubro de 2011

Araújo 24 horas??? E as outras???

Li na Gazeta Setelagoana (clique AQUI) a seguinte matéria que transcrevo na íntegra:

VEREADOR QUESTIONA CONCESSÃO DE ALVARÁ DE 24 HORAS PARA FARMÁCIA RECÉM INSTALADA: ÚNICA COM O BENEFÍCIO

O vereador Dr. Caio Dutra (PMDB) denunciou durante a última reunião ordinária da Câmara Municipal, realizada nesta terça-feira (11), o que chamou desrespeito e descaso do prefeito para com os comerciantes locais.
Tudo porque a Prefeitura por meio do Departamento de Licenciamento de Alvarás permitiu a ‘Drogaria Araujo’ empresa nacional recentemente instalada na cidade, o funcionamento em 24 horas, o que não é permitido a nenhuma outra empresa do ramo já instalada na cidade.
“O município passou por cima da lei para beneficiar interesses específicos. O prefeito e sua assessoria estão uma vergonha. Fatos como este são recorrentes em Sete Lagoas, um grande absurdo. É preciso valorizar o povo de Sete Lagoas, não digo que o problema esteja na nova farmácia, pelo contrário, empresas assim precisam ser instaladas, mas é preciso acima de tudo respeito com os comerciantes locais” disse o vereador.
Para os presentes, a concessão de alvará apontada por Caio Dutra é o reflexo das ingerências das administrações. “Isto só demonstra o que nossa cidade se tornou. As empresas de fora recebem diversos benefícios, pagam menos impostos, ganham terrenos, etc, e não beneficiam a população em nada. A média salarial de Sete Lagoas é uma vergonha!  Mas as empresas geralmente não agem assim em outras cidades, esta é a nossa realidade por que o governo aprova. A nova farmácia foi um grande ganho para a cidade, mas os comerciantes locais precisam ter autonomia para competir, mas parece que não é este o plano do executivo” desabafou Leonardo Lima, cidadão presente na reunião.
COMENTÁRIO: Concordo plenamente com o vereador. Aliás, gostaria de saber como coisas desse tipo são aprovadas sem que a Câmara Municipal nem saiba da questão antecipadamente. É um verdadeiro acinte com as outras empresas instaladas na cidade. Eu já decidi: enquanto a coisa não se explicar direitinho ou o benefício não for expandido a todas as outras farmácias que quiserem funcionar 24 horas, continuo fazendo minhas compras nas farmácias em que confio. Não dá para confiar em esquemas desse tipo. Aí fica fácil fazer concorrência e prejudicar o comércio local.

Ramon Lamar de Oliveira Junior

PS.: Todo mundo correndo para o blog do Flávio de Castro para ler mais informações sobre o assunto (cliquem AQUI). A coisa é sinistra. Desobediência à legislação municipal na maior cara dura. "Ah... nosso entendimento legal é outro... ah... nós somos drugstore...".

A CEMIG e suas podas maravilhosas.

A CEMIG pode publicar mil manuais de arborização urbana, mas enquanto não trabalhar junto às prefeituras para que se implante um programa de arborização adequado nas vias públicas (não apenas em uma cidade-modelo ou projeto-piloto) e enquanto realizar podas como as da foto abaixo, os manuais serão apenas árvores cortadas e impressas. (Pelo menos agora existe o formato digital também, para ver se algumas árvores escapam!)

"Poda" feita numa tipuana no bairro Boa Vista. E a paineira da praça da feirinha é que estava ameaçada de cair. Risível, se não fosse chorável. (Foto feita no celular, mas também nem vale a pena uma foto melhor...)
Ramon Lamar de Oliveira Junior

Faixas na Lagoa Paulino

Pura falta de cidadania.
Os donos das empresas já sabem que é proibido. A Secretaria do Meio Ambiente já cansou de tirar faixas e não adianta. Nas sextas-feiras, à tardinha, elas voltam. O investimento é pequeno e, mesmo sendo removidas, já cumpriram sua função.

Faixa totalmente irregular quase em frente à Câmara Municipal. Não acredito que um "OJENATRES" com "RAB NEPO" seja um evento de interesse cultural ou de utilidade pública.
O CDL, que procura fazer uma caminhada ecológica anual, poderia cuidar para que os comerciantes tivessem, o ano todo, uma postura mais ecológica.
Lamentável.

Ramon Lamar de Oliveira Junior

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Flor à Iemanjá (poema em vídeo-slide)

Acabo de receber uma mensagem do Augusto Barros, estudante de biologia (da Universidade Federal Fluminense) e poeta. Ele publicou um poema em video-slide onde usou diversas fotos. Uma delas (a última, que honra!) extraída de uma postagem do nosso blog
Valeu, Augusto! Gostei muito.
Sucesso!!!

Cliquem no link para acessar o poema: http://www.youtube.com/watch?v=urcwRWoRYnA
A postagem com a foto está AQUI.
 
 
Fotos: Ramon Lamar de Oliveira Junior