As opiniões emitidas neste blog, salvo aquelas que correspondem a citações, são de responsabilidade do autor do blog, em nada refletindo a opinião de instituições a que o autor do blog eventualmente pertença. Nossos links são verificados permanentemente e são considerados isentos de vírus. As imagens deste blog podem ser usadas livremente, desde que a fonte seja citada: http://ramonlamar.blogspot.com

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Professores municipais e piso salarial

Está surgindo uma grande dúvida: o piso proposto para os professores de Sete Lagoas é mesmo o anunciado no site da prefeitura (clique AQUI) ou ali está embutida a gratificação de 30% por ensino à docência e os valores do piso na verdade seriam R$ 815,00 (PEB1) e R$ 860,00 (PEB2)?
"No início do ano passado, os professores PEB I e PEB II recebiam R$ 617,92 e R$ 833,82, respectivamente, para uma jornada de 20 horas semanais. Com a aprovação do projeto de lei na Câmara Municipal, eles passarão a receber R$ 1.059,50 e R$1.118,00, respectivamente, o que corresponderá a um aumento de 71,46% e 34,8%."

Quem puder, nos esclareça.
Olha só, já temos comentários. Leiam...

Dúvidas de: Ramon Lamar de Oliveira Junior

Universidades e Faculdades que adotarão o ENEM 2011 (Federais)


REGIÃO SUDESTE

UFES – Enem corresponde a 1ª fase
UFMG – Enem corresponde a 1ª fase, exceto a prova de redação, que será usada na 2ª fase
UFJF – Enem corresponde a 1ª fase
UFLA – 60% das vagas pelo SiSU
Unifal – todas as vagas pelo SiSU
Unifei – todas as vagas pelo SiSU
UFOP – todas as vagas pelo Enem 2011 ou 2010, porém sem aderir ao SiSU
UFSJ – ainda não definiu, mas recomenda a inscrição no Enem 2011 – definição sai no final de agosto (uso integral do Enem está descartado)
UFTM – ainda não definiu, mas recomenda a inscrição no Enem 2011
UFU – todas as vagas pelo SiSU, exceto para os cursos que exigem teste de habilidade específica
UFV – 80% das vagas pelo SiSU, e os participantes da 3ª etapa do Pases também devem fazer o Enem 2011
UFVJM – 50% das vagas pelo SiSU
UniRio – todas as vagas pelo SiSU
UFF – 20% das vagas pelo SiSU
UFRJ – todas as vagas pelo SiSU
UFRRJ – todas as vagas pelo SiSU, exceto para os cursos que exigem teste de habilidade específica
Unifesp – usará Enem como 1ª fase para alguns cursos, e o SiSU para outros
UFABC – todas as vagas pelo SiSU
UFSCar – recomenda inscrição, mas ainda não definiu forma de uso
IFES – todas as vagas pelo SiSU
IFSudesteMG - 50% das vagas pelo SiSU
Cefet-RJ – todas as vagas pelo SiSU
IFRJ – todas as vagas pelo SiSU
IFSP – todas as vagas pelo SiSU
PUC-Rio – oferece metade das vagas através do Enem 2011
FGV-Rio – 20% das vagas são reservadas para o Enem 2011 


REGIÃO CENTRO-OESTE

UnB – vai utilizar o Enem apenas para vagas remanescentes
UFG – 20% das vagas pelo SiSU
UFGD – vai utilizar o Enem apenas para vagas remanescentes
UFMT – todas as vagas pelo SiSU
UFMS – todas as vagas pelo SiSU
UEMS - todas as vagas pelo SiSU

REGIÃO NORDESTE

UFAL – todas as vagas pelo SiSU
UFBA – usa Enem para cursos tecnológicos e bacharelados interdisciplinares, porém sem aderir ao SiSU
UFRB – todas as vagas pelo SiSU
UFC – todas as vagas pelo SiSU
Unilab – todas as vagas pelo SiSU
UFPB – 20% das vagas pelo SiSU
UFCG – todas as vagas pelo Enem, porém sem aderir ao SiSU
UFMA – todas as vagas pelo SiSU
UFPE – Enem representa a 1ª fase
UFRPE – todas as vagas pelo SiSU
Univasf – todas as vagas pelo Enem, mas ainda não decidiram pela adesão ao SiSU
UFPI – todas as vagas pelo SiSU
UFRN – alguns cursos irão utilizar apenas as notas do Enem, mas a maioria é pelo vestibular
Ufersa – todas as vagas pelo SiSU
UFS – vai utilizar o Enem apenas para vagas remanescentes - Enem será critério único em 2013
UEPB – vai oferecer 910 vagas (cerca de 19% do total) no SiSU
UERN – Enem 2011 pode valer 20% da pontuação do PSV 2012
IFBA – 50% das vagas pelo SiSU
IFBaiano – todas as vagas pelo SiSU
IFCE – todas as vagas pelo SiSU, exceto curso de Artes
IFMA – todas as vagas pelo SiSU
IF Sertão Pernambucano – todas as vagas pelo SiSU
IFRN – todas as vagas pelo SiSU
UCSal – Enem é uma modalidade de ingresso
Unicap – candidatos podem participar do Vestibular com as notas do Enem 2009, 2010 ou 2011.

REGIÃO NORTE

UFAC – todas as vagas pelo Enem, porém sem aderir ao SiSU
UFAM – 50% das vagas pelo SiSU
Unifap – 50% das vagas pelo Enem 2011 ou 2010, porém sem aderir ao SiSU
UFPA – Enem representa a 1ª fase
UFOPA – todas as vagas pelo Enem de 2010 ou 2011, porém sem aderir ao SiSU
UFRA – ainda não definiu
UFRR – 20% das vagas pelo SiSU e mais as vagas remanescentes pelo Enem
UNIR – todas as vagas pelo Enem 2011
UFT – ainda não definiu, mas descarta a seleção de todos os cursos apenas via Enem
IFAC – todas as vagas pelo SiSU
IFAP - todas as vagas pelo SiSU
IFAM – todas as vagas pelo SiSU
IFPA – todas as vagas pelo SiSU
IFRO – todas as vagas pelo SISU
IFRR – todas as vagas pelo SiSU
IFTO – 50% das vagas pelo SiSU

REGIÃO SUL

UFPR – Enem 2011 corresponde a 10% da pontuação final do candidato. Outras 529 vagas (10%) serão preenchidas via SiSU.
UTFPR – todas as vagas pelo SiSU
Unila – todas as vagas serão preenchidas pelo Enem, mas ainda não definiu se utilizará o SiSU
UFRGS – Enem pode representar uma décima nota a ser utilizada para o cálculo do argumento de concorrência, com peso dois (opcional)
UFCSPA – todas as vagas pelo SiSU
UFSM – Enem representa 20% da pontuação final do vestibular
UFPel – mínimo de 90% das vagas de cada curso serão preenchidas pelo SiSU
FURG – todas as vagas pelo SiSU
Unipampa – todas as vagas pelo SiSU
UFSC – Enem pode valer 30% da nota final do vestibular (opcional)
UFFS – todas as vagas pelo Enem, porém sem aderir ao SiSU
UEL – Enem 2011 será usado para vagas remanescentes
Unicentro - Enem 2011 será usado para vagas remanescentes
IFPR – todas as vagas pelo SiSU
IF Farroupilha – todas as vagas pelo SiSU
IFSC – descartou o uso integral do Enem
IFC – 50% das vagas pelo SiSU

Mais fogo no lugar de sempre...

Hoje, 12:20 horas.
Quando é que vamos ter uma ação efetiva da Polícia Ambiental para coibir essa prática?
Foto enviada pelo Pedro, morador do Jardim Arizona.
17:30 horas. O fogo alastrou muito. Comentário do Gustavo Ganzaroli no Facebook: "Está chegando na Serra, minha gente. Está quase na Mata Seca.
Foto enviada pelo Fernando Dantas, feita às 20 horas do dia 30 de agosto. Não é neblina de inverno, Fernando não estava em Diamantina! É a fumaça da queimada que atravessou grande parte da cidade e chegou à Praça Tiradentes.
NOVO RELATO

23:00 horas e o fogo ainda está queimando dentro do terreno da Fazenda Arizona no pé da Serra de Santa Helena. Nunca vi "fazendeiros" mais tranquilos. Já estive em uma fazenda durante uma queimada e o pessoal corria em mutirão para conter os focos. Eu tinha uns 13-14 anos de idade e ia junto para ajudar com o que podia (levar água, gritar ao ver um novo foco...). A fumaça terrível ainda cobre o Canaã e o Jardim Arizona. No comecinho da noite, o vento tocou a fumaça para a cidade toda e até aqui na Villa Lobos o ar ficou cheio de fumaça. Insanidade total. Onde está o Corpo de Bombeiros que fica lá pertinho? Agora mesmo estavam todas as viaturas guardadas no pátio (será que tinha alguma lá dando combate?). Onde está o combativo Ministério Público? Pelo menos estou fazendo o que posso. E não estou fazendo sozinho. Minha consciência está tranquila e posso deitar minha cabeça no meu travesseirinho velho e dormir sem pesadelos. Será que aqueles que vão deitar a cabeça em sacos de dinheiro com a construção do bulevar vão poder dormir tranquilos? Será que os compradores dos terrenos também vão poder dar lições de ecologia e respeito à natureza para os seus próprios filhos? Posso até não ganhar a guerra, mas tenho certeza que a continuar desse jeito perderemos todos, sem exceção.

Foto: Ramon Lamar de Oliveira Junior

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Aqui jaz um pouquinho dos seus impostos. (2)

É... tô sabendo... ficou ótimo!!!
Tem mais clicando AQUI.

Foto: Ramon Lamar de Oliveira Junior

Abaixo-assinado contra o "ENEM sem lápis"

Sobre o assunto, leia clicando AQUI.
Não sei se vai funcionar, mas que é necessário eu não tenho dúvidas: clique AQUI para acessar o abaixo-assinado.

  Para: Ministério da Educação                                                          

A data do ENEM está se aproximando e um tópico desse concurso deve ser discutido:

"6.5.4 Durante a realização das provas, o PARTICIPANTE não poderá, sob pena de eliminação, realizar qualquer espécie de consulta ou comunicação com outros PARTICIPANTES nem utilizar lápis, lapiseira, borrachas, livros, manuais, impressos, anotações, óculos escuros e quaisquer dispositivos eletrônicos, tais como: máquinas calculadoras, agendas eletrônicas ou similares, telefones celulares, smartphones, tablets, ipod®, gravadores, pen drive, mp3 ou similar, relógio, ou qualquer receptor ou transmissor de dados e mensagens."
Peço a todos que concordam que é um absurdo a proibição do uso de lápis, lapiseira e borrachas, durante a realização do exame, o que inclui a realização dos cadernos de questões e do rascunho da redação, que assinem esse documento a fim de modificar tal regra. Uma vez que, só se faz necessário o uso exclusivo de caneta nos documentos que serão entregues à correção.

Os signatários
 Enviado pela Paula Rezende, signatária.

Do Blog Diário do Saae: Estudo hidrogeológico está suspenso

Segundo informações de servidores, a empresa contratada para realizar o estudo hidrogeológico da cidade estaria suspensa temporariamente de continuar os trabalhos devido a um erro primário praticado pela empresa contratada.
Depois de várias reuniões técnicas, a empresa contratada conseguiu realizar a primeira etapa dos trabalhos onde a maioria da demanda era parte teórica.
Ao iniciar a segunda etapa, agora em trabalho de campo, a empresa teria cometido um erro grave na zona rural das Quintas do Paraíso e parte de Fazenda Velha deixando centenas de casas sem o abastecimento de água. No primeiro serviço, a empresa contratada teria deixado uma bomba submersa cair dentro do poço com mais de 80 metros de profundidade. Depois do acontecimento, a direção do SAAE suspendeu os trabalhos da empresa.
O poço ainda está parado e toda a região rural está há dez dias sendo abastecido com caminhões pipas alugados causando grande prejuízo para a autarquia.
Servidores afirmam que a empresa ganhadora da licitação teria contratado outra empresa para prestar o serviço e com maioria dos técnicos estagiários.
Resta saber se as horas pagas a caminhões pipas que estão abastecendo a região das Quintas do Paraíso e parte de Fazenda Velha serão cobrados no contrato da empresa responsável. 

Do Blog Diário do SAAE, link AQUI

Rio subterrâneo na Amazônia: Hamza

Depois dos rios voadores (clique AQUI), agora é a vez do rio subterrâneo. Veja matéria da Folha de S.Paulo (clique AQUI para ler a íntegra e ver a animação).

Geofísica acha rio subterrâneo de 6.000 km sob bacia do Amazonas

26/08/2011 - SABINE RIGHETTI

Uma aluna de doutorado do ON (Observatório Nacional) encontrou um rio de 6.000 km correndo embaixo da bacia do Amazonas. A geofísica Elizabeth Tavares Pimentel achou indícios do rio ao analisar dados térmicos de 241 poços perfurados pela Petrobras de 1970 a 1980, quando a empresa procurava petróleo na região.
O objetivo da pesquisa dela, orientada pelo coordenador de geofísica do ON, Valiya Hamza, foi identificar sinais de fluidos em meios porosos. Os resultados mostraram águas subterrâneas correndo entre sedimentos em profundidades de até 4.000 metros. A velocidade das águas, de dez a cem metros por ano, é lenta se comparada à do rio Amazonas, que corre de 0,1 a 2 metros por segundo. "Mas o ritmo se assemelha, por exemplo, ao rio do Sono, no Tocantins, que corre a céu aberto", destacou Hamza.
O rio encontrado, que levou o nome do geofísico, tem cerca de 400 km de largura, ou seja, quatro vezes mais que o Amazonas "Ele é largo porque ocupa praticamente toda a área da bacia sedimentar amazônica", diz o especialista. A vazão (volume de água) do Hamza é significativa. São de 3.095 m³/segundo - mais que a do São Francisco.
Ambos os rios, Amazonas e Hamza, correm na mesma direção (de oeste para leste). A diferença é que o fluxo do rio subterrâneo começa na vertical, de cima para baixo, em 2.000 metros de profundidade. Depois, fica quase horizontal e mais profundo.
De acordo com o coordenador do trabalho, a água do rio Hamza vem dos Andes, pelo Acre, e vai ganhando volume no caminho de oeste a leste. Depois de atravessar as várias bacias da região, o rio chega ao mar perto da foz do Amazonas - o que explicaria os bolsões de baixa salinidade do mar na região. Os pesquisadores devem agora complementar o trabalho de campo em parceria com a Ufam (Universidade Federal do Amazonas), onde Pimentel dá aulas. 

 Folha de S.Paulo

domingo, 28 de agosto de 2011

Slacklining (andando na corda bamba): lesando as árvores da praça

Quem passa frequentemente pela Praça Dom Carmelo Motta já deve ter visto alguns jovens "andando na corda bamba". É o tal do slacklining, mais um "esporte radical" que, quando praticado sem os devidos cuidados (como o tal do "le parkour") acaba tornando-se uma ameaça aos praticantes, ao patrimônio público, ou no caso em pauta, às árvores.
"Quando você estiver praticando slacklining, a proteção das árvores é uma das coisas mais importantes. Você poderá danificar a árvore (o que é vandalismo), mas também é possível que danifique a sua fita (corda). A proteção não é uma coisa difícil, basta usar papelão, carpete ou um material similar para proteger a casca (veja a foto ao lado). O carpete é mais difícil de se obter, mas não é afetado pela chuva (como o papelão) e nós recomendamos.
Você pode comprar uma proteção especial para a fita - o "treewear" (ao lado). São duas peças para cobrir a casca, também equipadas com um velcro, tornando-se de uso mais rápido e mais fácil do que papelão ou carpete. E lembre-se: não amarre a fita em árvores fracas ou danificadas! Use árvores com casca espessa e dura de 25 cm de diâmetro, no mínimo." (traduzido e adaptado de http://gibbonslackline.org/slacklining-tree-protection/)

Particularmente, com todo respeito aos praticantes de tais esportes, sou totalmente contrário ao uso de árvores. Não vejo necessidade alguma de se arriscar a integridade de outro ser vivo quando pode-se usar postes ou estruturas preparadas para isso (aí vai a dica para a Secretaria de Esportes). Aqui, na praça Dom Carmelo Motta, algumas pessoas começaram a praticar o slacklining com alguma técnica de proteção, o que é uma alternativa válida. Mas agora a coisa descambou e são várias árvores danificadas por cordas sem qualquer proteção (nas fotos ao lado e abaixo temos danos em ipês amarelo e rosa, cássias e escumilhas). 
Será que não seria possível colocar, em locais apropriados, postes de cimento com areia fofa embaixo, para o deleite e segurança dos praticantes e das árvores? Já que estão reformando as áreas esportivas da Lagoa da Boa Vista, não haveria lá um local mais propício? (Clique nas imagens para ampliar.)

 
 

Texto, tradução e fotos: Ramon Lamar de Oliveira Junior